Reflexão sobre os gastos dos consumidores brasileiros

ANÚNCIO

Uma das mudanças mais notáveis da evolução do perfil de consumo, por exemplo, foi a preferência pela compra online. 

Reflexão sobre os gastos dos consumidores brasileiros

ANÚNCIO

O perfil do consumidor brasileiro se transformou muito ao longo desta década. Uma das mudanças mais notáveis desta evolução, por exemplo, foi a preferência pela compra online.

Atualmente, essa modalidade de compra cresceu entre os brasileiros o número de consumidores, que preferem as vantagens e as praticidades das transações online. A agilidade, a comodidade e os melhores preços e condições têm seduzido o brasileiro.

As compras online representam um total de 74% de tudo que é comprado ou consumido no Brasil, segundo levantamento realizado pelo NZN Inteligence. 

ANÚNCIO

O acesso à tecnologia

Outro motivo do aumento do consumo em compras online é que 82% da sociedade brasileira possui acesso à internet, seja em casa, trabalho, ou as opções gratuitas encontradas em shoppings e praças de alimentação. 

Além disso, segundo informações divulgadas pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), o Brasil tem 230 milhões de smartphones em uso. Isso representa um total de dois aparelhos por habitante.  Há, também, hoje, dois dispositivos digitais por habitante, incluindo smartphones, computadores, notebooks e tablets. 

Os mais conservadores

Ter o aparelho em mãos representa uma economia de tempo muito grande em relação às compras realizadas em lojas físicas. O brasileiro perdeu a desconfiança exagerada que tinha em relação às lojas virtuais, mas não totalmente. 

26% dos consumidores que ainda preferem comprar em loja física fazem isso em razão da falta de confiança em informar dados pessoais e dados do cartão. Há os que não compram por medo de receber o produto contrário ou diferente do que pediram e os que têm medo de serem enganos nas transações. 

Medidas cautelares

Antes de fechar qualquer negócio, os que compram online sempre buscam informações sobre a reputação das lojas na internet em plataformas como o Reclame Aqui. 81% dos consumidores adotam essa prática para evitar formas de fraude, que acontecem em sites mal intencionados.

É sempre bom o consumidor checar o certificado digital do site e a opinião de outros clientes antes de fechar qualquer negócio. 

O que compram os consumidores de lojas virtuais

Há cinco categorias de produtos que os consumidores mais desejam adquirir pela internet. Na liderança, aparece a categoria de eletrônicos (computadores, smartphones e tablets), seguida por hardware e games (placa de vídeo, processador, console e jogos). Na sequência, surgem roupas e acessórios, viagens (passagem aérea, reserva de hotel etc) e eletrodomésticos e utensílios domésticos.

A frequência das compras

A frequência de compras online também é um fator importante, principalmente para os e-commerces, que avaliam a retenção de seus clientes quando um novo processo de aquisição é realizado.

Conforme os dados analisado pela NZN inteligence, 37% dos consultados  afirmam que mensalmente fazem compras online. Já 27% adquirem produtos nessa modalidade, pelo menos, uma vez a cada 3 meses, e 15% dizem optar por esse tipo de compra uma vez a cada 6 meses. Enquanto isso, para 10%, a realidade é outra: quase nunca recorrem à lojas online.

Render-se à tecnologia é inevitável. E o consumidor brasileiro sabe que adotar  essa prática é uma maneira de romper as barreiras e ter acesso ao melhor, e não apenas ao que está disponível nas proximidades. 

ANÚNCIO