O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele

O lançamento do Chip M1 da Apple foi no final de 2020. Ele é considerado o primeiro SoC (Sistema em um Chip) para MacBook. O produto tem base no ARM, sendo uma aposta para os novos computadores da Apple que serão lançados os próximos meses. 

Mas, o que é e como funciona o M1 na prática? Isso vai mudar alguma coisa para quem é usuário dos computadores Mac? De fato, é um marco importantíssimo na história da tecnologia da Apple e, também por outros motivos, você deveria conhecer mais da tecnologia.

ANÚNCIO
O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele
Fonte: (Reprodução/Internet)

Para que você compreenda tudo isso, a gente fez o texto da seguinte forma:

  • A proposta de transição da Apple;
  • O M1 é um processador melhor do que a Intel?;
  • O desempenho gráfico do M1;
  • Compensa ter um notebook com M1;
  • O que as pessoas dizem do M1.

A proposta de transição da Apple

Antes de a gente ir para a parte mais técnica do texto, é legal entender como tudo isso tem acontecido. Durante os eventos de lançamentos, como é o Worldwide Developers Conference, a Apple já vem anunciando a sua transição de processador do Mac.

O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele
Fonte: (Reprodução/Internet)

Por isso, já é possível saber até mesmo quais as máquinas da Apple que vão receber esse novo processador chamado de M1: os MacBook Air e Pro, sendo os Pro’s apensa de 13,3 polegadas. O Mac mini também vai receber esse diferencial nas próximas produções. 

Ainda assim e de qualquer modo, saiba que é um processo que leva tempo. Se a gente considerar a migração da Apple para a Intel em 2006, a gente tem uma possibilidade de último modelo ganhar a atualização podendo ser o Mac Pro, com o novo chip nos próximos meses.

As escolhas dos Macs que receberão o M1

Se a proposta é ir aos poucos, tudo bem. Só que a partir disso surge a primeira dúvida: porque a Apple escolheu determinados tipos de computadores para essa atualização para o M1? Eles são opções de entrada e o Mac Mini é ainda mais em conta, não é mesmo?

A Apple destacou apenas computadores mais básicos e nenhum top de linha porque diz que o M1 funciona bem em PCs com baixo consumo de energia. Logo, a ideia é fazer essa mudança sem que se perca a potência das máquinas. Agora sim, vamos comparar o M1 com a Intel.

O M1 é um processador melhor do que a Intel?

Parece que não há dúvidas de que essa é a principal pergunta que os usuários de MacBooks estão fazendo, certo? De fato, ainda é bem cedo para fazer essa comparação. E o primeiro motivo é o fato de que a Apple não deu detalhes técnicos aprofundados.

O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele
Fonte: (Reprodução/Internet)

O que se sabe, conforme análise preliminar dos estudiosos da tecnologia, é que os dois processadores são bem parecidos. O M1 é um SoC, que tem CPU e GPU integrados. Fora isso, ele tem outros componentes, sendo 8 núcleos, 4 para desempenho e outros para eficiência.

Ainda em termos técnicos, ele tem circuitos como o Neural Engine, o Secure Enclave e o processador de sinal de imagens. Bom, de fato, isso tudo o faz diferente da Intel, que não possui esses componentes. E ainda temos muito a falar do M1. Leia.

O que mais tem de diferente no M1

Além do que já foi dito, considere que o M1 também possui funções que antes eram feitas por chips distintos, como o gerenciamento de operações de entrada e saída em segundos e da unidade de estado sólido. Fora os controladores de segurança. 

Bom, vamos voltar a comparação: o M1 tem mais vantagens do que a Intel e a AMD porque os circuitos possuem quantidade significativa de IP auxiliar, que são usados para integrar o conjunto de vários circuitos. Ou seja, a arquitetura dele é bem interessante. 

O desempenho gráfico do M1

Hoje em dia, muitos gamers estão optando por MacBooks para jogos. Além disso, videomakers e fotógrafos também usam esse tipo de equipamento para trabalhar. Por isso, uma pergunta interessante é sobre o desempenho gráfico do M1. Vamos descobrir.

O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele
Fonte: (Reprodução/Internet)

O Apple M1 possui uma placa de vídeo integrada que é octa-core. Isso quer dizer que é possível rodar 25 mil threads ao mesmo tempo e assistir stream em vídeo de 4K ou renderizar vídeos em 3D. Ou seja, é algo que nunca foi visto antes, se podemos dizer assim. 

Para termos uma comparação mais conhecida, saiba que a placa de vídeo tem desempenhos acima da GTX 1050 ti, que é uma placa dedicada muito top. Por isso, ter uma placa integrada com tanta qualidade é algo muito inovador por parte da Apple. 

Os jogos no M1

Aí juntando o útil ao agradável, já que falamos sobre o desempenho gráfico do M1, agora é hora de a gente considerar os jogos. Alguns são mais leves, como é o CS:GO, o Fortnite e o Dota 2. Eles rodam de forma muito rápida no Apple M1. 

Assim, consegue manter um desempenho acima dos 60 FPS mesmo com gráficos altos. Depois, a gente tem jogos que são mais pesados, como é o GTA IV, o Skyrim e o F1. Nesse caso, o ideal é reduzir os gráficos para ter um melhor resultado em termos de qualidade.

De todo modo, considere que o usuário pode ter problemas de desempenho dependendo do jogo escolhido. Isso porque a arquitetura do X1 é no formato de X86. Assim, ele tem que traduzir as ferramentas para rodar os softwares e isso pode ser um probleminha. 

Compensa ter um notebook com M1

Após essa breve análise de pontos tecnológicos sobre o novo processador da Apple, vem a pergunta-chave do texto: vale a pena? A verdade é que a Apple já cansou de dizer que não vai medir esforços para converter os seus consumidores a ter um computador com M1.

O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele
Fonte: (Reprodução/Internet)

Até mesmo porque eles são mais potentes do que os antecessores e, curiosamente, devem ser mais baratos também. Mesmo assim, ainda não dá para dizer qual é o melhor MacBook que existe, se é o novo com M1 ou o antigo, que usa Intel. 

O que se pode saber é que a Apple segue as tendências que já vem apresentando como a evolução dos chips para iPhones e para iPads. Então, se é para manter a tradição dos resultados, o novo processador será um sucesso para a Apple. 

Um novo novo processador, o M2

Para se ter uma ideia da “sede” que a Apple tem, considere que ainda que o novo processador, o M1, tenha chegado a pouco tempo no mercado, a Apple já fala em M2, que seria um novo no processador, entendeu? É uma versão ainda mais atualizada.

Na teoria, podemos dizer que é um processador feito de 3 nanômetros. Assim, além de aprimorar as novas tecnologias da Neural Engine e da Secure Enclave, a empresa deve adicionar chips para Macs que sejam ainda mais velozes. 

Ah, um ponto curioso é que a ideia da Apple é trazer um novo MacBook, já com o novo processador, que consiga ter uma duração de 20 horas de bateria. Para muita gente, isso seria algo fora do real. 

O que as pessoas dizem do M1

Se a gente for avaliar comentários das pessoas que compraram os computadores com o novo processador será possível ver que o lançamento agradou a maioria. Essa média foi feita a partir da leitura de comentários em vários sites de vendas, como Americanas, Amazon e outros. 

O Chip M1 Apple é mesmo isso tudo? Entenda mais sobre ele
Fonte: (Reprodução/Internet)

No site da Americanas, na página do MacBook Air 13, a gente vê uma nota de 4,8 estrelas (o total é de 5 estrelas). Isso porque mais de 60 pessoas comentaram sobre o novo computador. Apenas 1 delas deu nota baixa, o restante deu acima de 4 estrelas. 

Já na Amazon, quando avaliamos as notas do mesmo MacBook, a gente pode ver que os comentários também são positivos. Com mais de 170 avaliações, a grande maioria, acima de 90%, respondeu que ficou satisfeita com o novo computador da Apple.

Os comentários das pessoas

E a gente fez uma breve seleção dos comentários das pessoas, seja na Americanas ou na Amazon, que compraram o computador. Veja só o que elas disseram. As frases abaixo estão reproduzidas dos sites mencionados aqui, leia.

“Sensacional. Muito rápido, bonito, material de qualidade, designer sensacional, silencioso, não esquenta, bateria dura muito. Até o tamanho da tela impressiona. Ele tem um brilho fantástico e a inicialização é num piscar de olhos”. 

“O Mac com chip M1 é muito melhor do que a versão anterior que eu tinha, que era um Mac Air 2017. O teclado melhorou demais, o touch é mais prático e tem a vantagem de rodar apps do iPhone no computador. Estou impressionado com a velocidade”. 

Quanto custa um Mac com processador M1

Quem prefere testar o novo processador da Apple de verdade, na prática, pode comprar um novo computador com essa nova tecnologia. Atualmente, para se ter uma ideia, o MacBook Air 13 está sendo vendido por um valor próximo a R$ 8 mil no e-commerce. 

Ah, e se você quiser fazer isso vale muito a pena ler a descrição técnica do modelo para não comprar errado, ok? Você vai notar que tem a opção de processador e modelo de processador, ambos devem estar assinalados como “M1” para ser o novo processador. 

ANÚNCIO