Os trabalhos informais mais comuns no Brasil

O trabalho informal é uma modalidade de atividade que não possui qualquer vínculo formal. Ou seja, não tem registro na carteira de trabalho. Assim, os trabalhadores que adotam essa categoria exercem atividade autônoma e não contam com documentações sobre suas atribuições. 

Por não possuir documentação sobre a atividade, os trabalhadores informais não possuem seguros e direitos. Diferente do que acontece com os trabalhadores formais, que são amparados e regulados pelo Estado. No Brasil o trabalho informal representa uma alta porcentagem de pessoas. Confira quais são as atividades mais comuns.

ANÚNCIO
Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Revendedor de produtos 

Um dos trabalhos informais mais comuns no país é o de revenda de produtos. Apesar de ser um modelo de negócio antigo, continua sendo muito procurado. Afinal, o trabalhador pode fazer o seu próprio horário e coordenar as suas atividades. Quando alguém trabalha com revenda está intermediando a negociação entre a empresa que fabrica e o consumidor. 

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Logo, a preocupação do trabalhador é apenas fazer a entrega para o cliente. Sem a necessidade de produzir qualquer coisa. A forma de revenda mais popular é a realizada por catálogo como a que acontece com marcas de beleza. Natura, Mary Kay, Jequiti e Avon são alguns exemplos. 

A principal vantagem desse modelo de negócio é que o trabalhador não precisa investir em estoque para começar a revenda. Algumas marcas podem pedir o kit inicial para dar início às vendas, mas ainda assim é um baixo investimento se comparado à rentabilidade. O lucro quem faz é o próprio revendedor, por isso pode variar bastante. 

Vendedor de comida saudável 

Se tem um trabalho que não vai sair de moda tão cedo é o de vendas de comida saudável. Como o estilo de vida fitness tem aderido cada vez mais, a tendência é que as pessoas busquem por alimentos balanceados. Assim, as marmitas congeladas parecem ser uma ótima opção, já que muita gente não tem tempo ou não quer fazer comida em casa.

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Segundo Elaine Badouy, especialista em tendências dos negócios, em entrevista ao portal G1, os negócios de comida saudável crescem entre 35% a 40%. Da mesma forma, também cresce o mercado de alimentos veganos e o maior responsável por isso é a mudança do perfil do consumidor. 

Neste modelo de trabalho, será necessário investir em alimentos como carnes, aves, verduras, grãos, entre outros. Também, é preciso adquirir vasilhas próprias para marmita. O recomendado é iniciar a venda de 15 marmitas com 250g em uma casa. Existem pessoas que investiram R$ 200 reais no negócio e já lucraram R$ 7 mil por mês.

Ambulantes

O trabalho de ambulante é um dos mais famosos quando o assunto é informalidade. O ambulante costuma vender diversos produtos em locais públicos. Já viu aquela pessoa que sai oferecendo camarão, queijo coalho, canga e tatuagem de henna na praia? Então, é isso que um ambulante faz, vende produtos e serviços

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Logo, o produto ou serviço fica a cargo do próprio trabalhador. A depender da habilidade e do local em que os itens são vendidos, o ambulante pode fazer uma boa fonte de renda. Aliás, a revenda pode acontecer em trailer, praças, camelôs, quiosques e outros lugares ao ar livre. Geralmente, a atividade é fiscalizada pela Secretaria de Urbanismo e Serviços da cidade.

Apesar de ser um trabalho informal, algumas regiões tendem a impor algumas condições para esses profissionais venderem seus produtos. Em Florianópolis, por exemplo, é necessário fazer um registro junto à prefeitura e apresentar alguns documentos. A depender da área que deseja trabalhar, é exigida uma prévia solicitação. 

Camelôs

Camelô e ambulante tendem a ser usados como sinônimos, todavia os camelôs costumam ficar parados em um ponto de venda. Geralmente é em lugares da calçada, com toalhas e panos estendidos, onde esses trabalhadores expõem seus produtos. O problema de ocupar espaços públicos para vendas é que na maioria das vezes não conta com autorização da administração.

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Assim como nas atividades dos ambulantes, para vender produtos em espaço público é necessário atender as regras do município. Antes de começar um negócio como esse, é indicado procurar a prefeitura e saber quais são as condições. A vantagem dos camelôs é ter maior proximidade com os consumidores, diferente dos pontos de loja, por exemplo. 

Os camelôs podem se deslocar para eventos esportivos, shows e outros ambientes com um grande fluxo de pessoas. Essa flexibilidade em mudar de pontos de vendas é fundamental para os lucros. Outro benefício é que o trabalhador não precisa fazer um grande investimento para começar, a sua única preocupação será a aquisição de mercadorias.

Pintores

Os serviços dos pintores costumam ser muito procurados em obras como reformas e construção. Apesar de ser uma atividade que nunca sai de moda, ainda não foi regulamentada como um trabalho formal. Claro que se o pintor estiver vinculado a uma empresa de construção e reformas, sua carteira poderá ser assinada e o vínculo empregatício reconhecido.

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Existem dois tipos de pintores, o industrial e o de parede. No caso do pintor industrial, como o próprio nome já diz, ele trabalha em indústrias e utiliza tintas anticorrosivas. Por isso, é cobrada a formação técnica para a realização dessa atividade. Enquanto o pintor de parede tem um trabalho menos complexo.

Pode parecer fácil, mas o trabalhador precisa estar apto a realizar os mais diversos projetos. As atividades vão desde fazer concretos e rebocos, até pintar paredes lisas. Quanto à renda, o valor do trabalho é o profissional quem faz. Em média, o retorno financeiro é de R$ 1.500. Porém pode ser que o profissional cobre diária ou empreitada. 

Feirante

Provavelmente na sua cidade existe alguma feira, seja ao ar livre ou feiras permanentes. Saiba que os profissionais que vendem seus produtos nesses ambientes são trabalhadores informais. A estimativa é que tenha cerca de 2.600 feiras em todo o país. Agora, imagina quantos feirantes existem espalhados. 

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Os feirantes podem apostar em diversos produtos como roupas, frutas, verduras, itens para casa, calçados, entre outros. Além de se encaixarem no trabalho informal, esses trabalhadores também se encaixam na modalidade intermitente. Isto é, trabalham em determinados dias da semana e, na maioria das vezes, não têm carteira assinada. 

Pelo fato dos feirantes serem o dono do seu próprio negócio, são eles que fazem a sua renda. Aqueles que conseguem se destacar na feira em que atuam podem vender até R$ 12 mil por mês. Alguns feirantes têm optado em formalizar sua atividade como Microempreendedor Individual (MEI) e passam a adquirir direitos como salário-maternidade. 

Motoristas de aplicativos

Sem dúvidas que o trabalho formal da modernidade é o motorista de aplicativo. Desde quando surgiu ferramentas de mobilidade como Uber, Cabify e 99 táxi, por exemplo, mais pessoas têm procurado obter uma fonte de renda como motoristas. A proposta desse negócio é usar o carro próprio e levar passageiros, comida e até encomendas.

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Para ser motorista de aplicativo é necessário ter carteira de habilitação (CNH) categoria B. A idade mínima pode variar de acordo com a empresa. O Uber pede para que os candidatos tenham pelo menos 21 anos, e para deixar o cadastro ativo é necessário ter uma avaliação acima de 4,3 estrelas por parte dos clientes. 

O motorista de app pode ganhar em média R$ 143 por dia. Assim como os outros exemplos citados, o retorno financeiro é o trabalhador quem faz. Em todos os casos, é necessário fazer um cadastro na plataforma. O pagamento é feito diretamente pelo aplicativo e o suporte também é feito de forma online ou via telefone.

Quais são as vantagens do trabalho informal 

Apesar da maioria das pessoas procurar por trabalhos formais, com carteira assinada, também existem vantagens no trabalho informal. Os benefícios principais são autonomia e a flexibilidade para criar e produzir. No trabalho formal, é necessário seguir um padrão de serviço e realizar com exatidão o que é pedido. 

Os trabalhos informais mais comuns no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

No caso do trabalho formal, o profissional pode inovar e direcionar seu negócio da forma que quiser. Além disso, tem liberdade para tirar férias e folga quando quiser, sem precisar pedir ou esperar o período de aquisição. Ainda, tem a possibilidade de gerar rendimentos imediatos e mais rápidos, sem se limitar a um teto máximo. 

Tem a possibilidade de trocar a prestação de serviço ou parar de produzir, dispensando a necessidade de cumprir aviso prévio. Se achou que a Previdência Social era só para os empregados formais, se enganou. O trabalhador informal também pode ser amparado, só precisa contribuir todos os meses para garantir os direitos. 

Freelancer é trabalho informal? 

Diversas páginas da internet listam o freelancer como trabalhador informal. Na verdade, esses profissionais trabalham de maneira autônoma, prestando serviços para empresas ou pessoas. Então, não faz parte do grupo de atividades informais. Inclusive, esse tipo de profissional está em alta hoje em dia. 

Afinal, as empresas têm menos custos ao contratar um freelancer do que um empregado regido pela CLT. Também é benéfico para o profissional pelas questões tributárias e pelo crescimento da procura por serviços no mercado da internet.

ANÚNCIO