Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva

Organizar a vida financeira pode ser um desafio gigantesco para algumas pessoas, e por isso, é de extrema importância registrar tudo o que entra e sai do seu bolso em uma planilha de gastos. No entanto, a missão não é das mais fáceis, pois muitas das vezes, a confecção desse documento não é nada simples e prático.

Não saber ao certo o que colocar ou deixar de fora, além de não saber organizar de maneira prática a planilha, são alguns dos erros mais comuns entre quem tem dificuldade na hora de organizar as finanças. Porém, ao seguir as dicas especiais que separamos para você, será possível elaborar a planilha dos sonhos facilmente.

ANÚNCIO
Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/internet)

Neste artigo, vamos abordar os seguintes temas sobre a confecção de planilhas de gastos:

  • Escolha a ferramenta correta para começar sua planilha;
  • Faça uma planilha que abarque o ano inteiro;
  • Registre as despesas e não deixe a poupança de fora do documento;
  • Compare seus gastos com sua renda mensal;
  • Algumas mudanças podem ser necessárias para melhorar sua saúde financeira;
  • Tem preguiça de mexer todo dia? Crie um cronograma para fazer isso funcionar melhor.

Escolher a ferramenta a ser utilizada é o primeiro passo a ser tomado

O primeiro passo a ser tomado para se confeccionar uma boa planilha de gastos é definir que ferramenta será utilizada nela. A opção que quase todos escolhem é a do Excel, no entanto, como muita gente já sabe, ela pode não ser a mais fácil de se manusear.

Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/internet)

Um guia para aprender a utilizar o Excel daria um livro, mas para quem tem algumas noções básicas do programa Office, pode acabar sendo a melhor opção. Além dela, existe o Google Sheets, que conta, basicamente, com as mesmas funcionalidades.

Porém, o Sheets tem uma vantagem a mais em relação ao Excel. Ele é armazenado na nuvem, ou seja, é possível acessar a sua planilha em qualquer lugar que você esteja, desde que tenha conexão com a internet. No fim, ambas são boas alternativas para começar.

Alguns aplicativos para te auxiliar

Para tornar o processo mais prático, alguns aplicativos foram criados para te auxiliar nesse momento. Um dos mais indicados é o app Guiabolso, que registra todas as suas contas bancárias em um mesmo lugar, te dando maior praticidade no momento da consulta da situação financeira.

Outro muito parecido, que ainda conta com dicas, e uma comunidade própria dentro do app, é o Olivia. Além deles, o próprio Google Sheets (também chamado de “Google Planilhas” na versão para celular), também está disponível para smartphones, sendo outra boa alternativa.

Não deixe de colocar todos os meses na planilha

Fazer uma planilha para cada mês pode não ser a melhor opção para quem quer um documento que funcione de maneira efetiva. O mais indicado é que se adicione, na mesma planilha, páginas para cada mês do ano, facilitando o acesso a elas.

Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/blog.guiabolso.com.br)

Não deixe de colocar cada um dos meses na planilha, afinal, se você está querendo fazer uma planilha de gastos, é melhor que ela abarque um bom período de tempo, para que seja possível utilizá-la, pelo menos, por um ano inteiro.

Além das páginas com cada um dos meses (aquelas que ficam localizadas na parte inferior da tela), é recomendado que você também faça uma geral, onde os gastos de todos os meses são computados e visualizados de maneira simples na plataforma escolhida.

Se facilitar para você, altere as cores dos meses

A interface pode acabar ficando um pouco confusa para muitos usuários, e por isso, uma maneira de tornar isso mais simples, e facilmente identificável, é separando os meses do ano também por cores na planilha.

Coloque o mês de janeiro de uma cor, fevereiro outra, e assim por diante, até que se torne mais fácil diferenciar as contas de um mês do outro no documento. Organização é o fator chave para fazer com que a planilha se torne mais efetiva.

Adicione despesas fixas e não deixe a poupança mensal de fora

O próximo passo é adicionar todas as despesas fixas nos meses. Tem assinatura na Netflix? Já deixe o preço como despesa em todos os meses, assim como deve ser feito com outros serviços de streaming ou produtos que são consumidos durante todo o ano.

Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/internet)

Contas de luz, água, gás, despesas do supermercado, pagamento de impostos, como IPVA e IPTU, também não podem ficar de fora, assim como os gastos variáveis. O segredo do sucesso com as planilhas é mantê-las com todas as informações possíveis sobre suas finanças.

Adicionar dívidas pendentes também é importante, por isso,  não se esqueça disso. Outro fator importante, que não deve faltar na sua planilha, é uma aba para a poupança mensal. Depois de registrar o dinheiro que pretende guardar no mês, esqueça que esse dinheiro está em sua conta.

Estabelecer metas é uma boa maneira de começar a poupar

Uma boa maneira de começar a poupar dinheiro é estabelecendo metas a serem cumpridas. Sabemos que a missão pode não ser fácil, mas comece com algo simples, do tipo “não irei gastar com lanches fora de casa essa semana”. Pode parecer pouco, mas isso faz diferença no fim do mês.

Estabelecer um teto máximo para gastar durante cada semana também é uma boa maneira de manter os seus gastos de forma controlada, e dessa maneira, começar a ter uma vida financeira mais saudável

Some todas as despesas na última linha

Não adianta muita coisa jogar todos os gastos na planilha sem apresentar uma soma de todos eles no final. Com isso, você vai poder visualizar, de maneira simples, quanto tem de despesas, em média, todos os meses do ano.

Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/internet)

Isso pode causar desconforto em muita gente, afinal, ninguém gosta de ver que está tendo que gastar boa parte do dinheiro com coisas que não necessariamente vão nos trazer prazer de alguma forma, no entanto, isso é excelente para se organizar melhor financeiramente.

Visualizar o gasto médio de todo mês vai te ajudar a se planejar para fazer com que sobre algum dinheiro mensalmente, ajustando gastos que podem ser diminuídos, para que assim, não passe por maiores dificuldades no futuro.

Compare os gastos com sua renda

Outro ponto extremamente importante é o de comparar seus gastos com sua renda mensal, para conferir se seu padrão de vida não está muito elevado para sua realidade financeira. Pode ser difícil ter que aceitar isso, mas, em muitos casos, é necessário.

Está ficando muito apertado ter que lidar com todas as despesas do mês? Corte algumas coisas, ou faça ajustes para opções mais baratas disponíveis no mercado. O objetivo da planilha é te ajudar a poupar dinheiro, não se esqueça disso.

Balanço está negativo? Não deixe de fazer mudanças

Com a planilha, também será possível identificar quando o balanço do mês estiver negativo. Muitos acham que não existe saída para isso, mas existem algumas alternativas, nem todas agradáveis, que podem te ajudar a lidar com isso de maneira mais prática.

Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/internet)

Sempre preze pelo pagamento de todas as suas dívidas, porém, caso não consiga fazer isso, negocie com o banco, ou faça o parcelamento da fatura. Apesar dos juros não serem pequenos, é melhor do que ficar negativado e sem crédito no mercado em um futuro breve.

Além disso, caso a situação esteja muito apertada, o mais recomendado é que você ajuste seus gastos mensais, tentando economizar o máximo possível com isso. Deixe de se dar regalias, ao menos durante algum tempo, para que as coisas se ajeitem em sua vida.

Não deixe de registrar gastos menores

Um erro que muitas pessoas cometem na hora de atualizar a planilha, é não registrar os gastos pequenos. R$ 4,00 pode parecer pouco, para o gasto de um dia, mas e se essa quantia for gasta diariamente? Em um mês de 30 dias, já seriam R$ 120 a não aparecer na planilha.

Por isso, por mais que seja trabalhoso, não deixe de registrar todos os seus gastos na planilha, isso vai trazer mais praticidade para a sua vida, e vai te ajudar a cumprir com seus objetivos de juntar mais dinheiro no fim do mês. É um esforço válido.

Crie um cronograma para atualizar a planilha

Mexer em planilhas todos os dias pode acabar sendo muito cansativo, e por isso, no seu caso, a melhor opção pode ser registrar os gastos em dias específicos. Fazer a atualização do documento apenas aos fins de semana, por exemplo, é um bom modo de começar.

Descubra dicas para montar uma planilha de gastos efetiva
Foto: (reprodução/internet)

Porém, já é válido dizer aqui que isso não significa que você não vai registrar os gastos no momento que os fizer. A única diferença é que, ao invés de utilizar a planilha, você pode fazer o uso do bloco de notas, por exemplo, para ficar gravado que foi gasto uma quantia X em alguma atividade.

Apesar desse método ser mais fácil de ser aplicado na prática, ainda assim exige muito empenho e atenção. Caso não vá atualizar a planilha todo dia, tome muito cuidado para não deixar gastos de fora e contar com uma surpresa ingrata no fim do mês, como uma despesa surpresa.

Quanto mais cedo começar, mais rápido os resultados virão

Deixe a preguiça de lado e comece agora a confeccionar sua planilha, afinal, quanto mais cedo começar, mais cedo vai conseguir organizar suas finanças e começar a poupar dinheiro de forma efetiva. O momento é agora, e o futuro é muito melhor para quem tem uma vida financeira saudável.

ANÚNCIO