Veja como é possível bater ponto via app

Muitas empresas passaram a aderir o ponto eletrônico pelo celular, já que hoje em dia ficou cada vez mais fácil trabalhar de casa. Então, essa foi a solução mais simples para registrar a jornada de trabalho dos funcionários que fazem o home office. Acontece que algumas pessoas ainda não sabem como isso pode ser feito de forma tão prática.

Você sabia que já existem aplicativos que possibilitam o registro do ponto de qualquer lugar que o colaborador estiver? É bem simples e feito dentro de poucos minutos. Há quem acredite que a tendência das empresas será utilizar apenas esse formato e que o relógio de ponto biométrico já é coisa do passado. Confira como registrar o ponto no aplicativo.

ANÚNCIO
Veja como é possível bater ponto via app
Fonte: (Reprodução/Internet)

Veja o que você vai encontrar neste artigo:

  • Como funciona o ponto pelo celular;
  • Vantagens e diferenciais do ponto tradicional;
  • Passo a passo com vídeo de como bater o ponto pelo app;
  • Tem como fazer o controle de horas extras.

Como funciona o ponto eletrônico digital

Não é novidade que vem revolucionando as atividades básicas do dia a dia. Isso também chegou na rotina das empresas. O ponto eletrônico pelo celular não é nada mais do que um sistema de controle que tem o mesmo objetivo do modelo tradicional. As diferenças são mais voltadas ao manuseio, à praticidade e à segurança.  

Veja como é possível bater ponto via app
Fonte: (Reprodução/Internet)

Embora sejam muito parecidos, o sistema eletrônico pelo celular é 100% mais seguro que o tradicional. Afinal, a ferramenta conta com mecanismos de segurança mais atuais a depender do aplicativo escolhido. Alguns softwares trabalham com senha, reconhecimento de voz e reconhecimento facial. 

Antes que pergunte, esse modelo de ponto é regularizado pela Portaria 371. Então, se as empresas optarem por aderir, não será ilegal. Em 2011 o controle de ponto pelo aparelho celular foi autorizado pelo Ministério do Trabalho, inclusive o órgão liberou formas eficientes e modernas para fazer o registro da carga horária dos funcionários. 

Condições para aderir ao novo modelo 

Apesar de ter sido regularizado, o Ministério do Trabalho estabeleceu algumas condições para fazer o controle pelo dispositivo. As regras são não limitar a marcação do ponto pelo colaborador e não permitir a alteração do ponto. Ainda, o empregador deve consultar a convenção coletiva para avaliar qual é o posicionamento do sindicato sobre a tecnologia.

Além disso, o empregador deve garantir a imutabilidade dos dados. Isso significa que todas as informações do controle de ponto tanto pela internet como pelo celular não podem ser modificadas na fonte. Logo, caso aconteça um caso atípico do RH precisar alterar algum registro feito em duplicidade ou erroneamente ele não pode ser feito na fonte.

A exigência da portaria é que o gestor tenha um sistema específico para fazer alterações como essas. Outra observação importante é que a marcação não pode ser automática. Ou seja, o sistema de marcação não pode ter um horário pré determinado, isto é o funcionário precisa bater o ponto manualmente. 

Quais são as vantagens?

Talvez possa ser uma dúvida para algumas pessoas, qual a vantagem de bater o ponto pelo celular se ele tem a mesma função que o ponto eletrônico tradicional. Bom, a resposta é simples. O sistema de ponto digital ajuda a reduzir o índice de fraudes, otimiza o tempo e evita o retrabalho no setor de RH das empresas. 

Veja como é possível bater ponto via app
Fonte: (Reprodução/Internet)

Normalmente, os fornecedores desse serviço oferecem suporte técnico para qualquer eventualidade. Por exemplo, se o aplicativo não realizar o registro correto da entrada do colaborador, o departamento pessoal do empregador pode entrar em contato com a equipe de suporte da ferramenta para solucionar o problema.

Por outro lado, quando isso acontece no ponto tradicional esse suporte se torna mais complexo. Em alguns casos, o aparelho precisa ser retirado da empresa e levado para avaliação. Outra vantagem é a usabilidade do ponto pelo celular, costuma ser muito intuitivo e simples. Claro que isso também vai depender da escolha do aplicativo.

Segurança das informações e outros benefícios

Sem dúvidas, a  vantagem principal é a segurança das informações. A depender da plataforma utilizada, o sistema permite que o gestor tenha recursos exclusivos para certificar o ponto de cada colaborador. Dados como local, hora de entrada e saída e intervalo podem ser checados pelo supervisor.

Outra possibilidade é estabelecer um modo fixo para bater o ponto de forma digital. Se a empresa tiver interesse, ela pode dispor de um computador ou tablet para os funcionários fazerem o registro. A vantagem disso é concentrar em apenas um dispositivo as informações sobre a jornada de trabalho da equipe.

Ainda, o acesso aos relatórios de horários ao abrir o aplicativo pelo celular. Dessa forma, tanto o departamento pessoal, o gestor e o próprio funcionário podem verificar o registro do ponto durante a semana e até mesmo referente aos meses. Dependendo da plataforma, é possível visualizar adicionais noturnos, banco de horas, horas trabalhadas e horas extras.

Ponto pelo celular ou ponto tradicional – Qual é o melhor?

Só para ter uma breve noção, existem algumas diferenças cruciais entre o ponto tradicional e o ponto digital, ainda que pareçam semelhantes. A principal distinção é o ajuste de horários, tendo em vista que o modelo comum não faz o registro de forma automática. Isto é, essa função é responsabilidade do departamento pessoal da empresa.

Veja como é possível bater ponto via app
Fonte: (Reprodução/Internet)

Ainda, é preciso assegurar que o relógio do ponto eletrônico esteja correto. Quando ainda existia o horário de verão, era uma verdadeira bagunça dependendo da empresa. Isso fica mais delicado quando existem diversas unidades espalhadas, pois os relógios dos pontos deveriam estar alinhados uns com os outros.

Alguns aplicativos oferecem o registro de ponto offline, ou seja, se faltar luz ou internet o colaborador vai poder registrar o horário mesmo assim. Alguns aparelhos tradicionais podem ter sérios problemas de instabilidade quando falta energia, chegando a ficar sem o recursos por algum tempo.

Problemas na leitura das digitais

Os relógios de ponto biométrico podem ter dificuldades de fazer a leitura de digitais em determinados momentos, o que não ocorre quando o ponto é pelo celular. Essa falha de reconhecimento é mais comum do que você imagina.

Se o funcionário tiver a pele úmida, seca ou oleosa isso pode interferir. Sem contar que as falhas podem acontecer por defeito no próprio aparelho. Como se trata de uma máquina, para resolver qualquer defeito ela precisa ser levada para conserto. 

Enquanto isso, a empresa precisa ter uma segunda opção para fazer o registro do período de trabalho. Então, em razão deste e outros motivos citados anteriormente podemos dizer que o ponto pelo celular é mais seguro e prático. 

Como bater o ponto pelo aplicativo

Existem várias opções de aplicativos para fazer o registro de ponto. Selecionamos dois para explicar de forma mais dinâmica. O PontoTel é uma das alternativas para quem deseja implantar o uso do ponto pelo celular. Para registrar os horários basta abrir o app, digitar a senha gerada pelo suporte e escolher o ponto que deseja bater. Confira o vídeo abaixo:

Como pode observar, existem quatro opções de ponto: entrada, pausa, retorno e saída. Ao entrar no aplicativo, o usuário precisa escolher uma dessas alternativas. Posteriormente, a câmera será acionada para fazer a captação de uma foto sua. Depois é só confirmar o registro e o horário será lançado no sistema dentro de segundos. 

Se não ficar à vontade em tirar foto, pode alterar a configuração e pedir para que a confirmação do ponto seja feita através de senha. Isso vai depender de como o departamento pessoal da empresa vai estipular. O PontoTel é compatível tanto com os dispositivos Android como iOS. No Google Play, o app tem avaliação de 3,5 estrelas.

Aplicativo Mywork

A segunda opção é o Mywork, uma ferramenta que apresenta seus serviços nas lojas online com sendo um recurso compatível com todos os portes de empresas. O app permite o controle de ponto de forma online ou pelo navegador do celular ou pc assim como o PontoTel. As funcionalidades são basicamente as mesmas.

Lembrando que para bater o ponto online, a primeira coisa a fazer é entrar em contato com a empresa para fazer um contrato com a prestadora de serviços. Afinal, é o suporte da plataforma que gera login e senha para cada funcionário. Se o empregador não incorporar essa tecnologia da empresa, não adianta o colaborador por si só ter um ponto pelo celular.

O app Mywork está disponível para download na Apple Store e no Google Play. Na loja para Androids, o programa tem pontuação de 4 estrelas. Os comentários dos usuários são satisfatórios e podemos identificar que o suporte técnico está atento aos questionamentos e dúvidas do público. 

Controle de horas extras pelo app

Ambos os aplicativos mencionados neste artigo possibilitam o lançamento de horas extras também. No entanto, não são todas as plataformas que oferecem a funcionalidade. A escolha de qualquer uma das alternativas disponíveis nas lojas digitais vai depender de qual serviços a empresa está buscando. 

No caso do PontoTel, o departamento pessoal pode fazer a administração das faltas, atrasos, banco de horas e horas extras. Então, ferramentas como essa ajudam até a empresa na praticidade dos cálculos de horas extras em tempo real. Bem como é possível fazer a divisão dos dias úteis, feriados e finais de semana para não fazer confusão no procedimento.

ANÚNCIO