Papel de parede inteligente contém alarme de incêndio

ANÚNCIO
Papel de parede inteligente contém alarme de incêndio
Foto: (reprodução/internet)

Uma pequena chama pode se transformar em um incêndio violento em apenas alguns segundos, principalmente por causa dos materiais sintéticos e inflamáveis ​​nos móveis e revestimentos das paredes.

“Hoje, com a prevalência de materiais sintéticos em casa, os ocupantes têm cerca de 2 a 3 minutos para sair”, disse o Diretor de Segurança do Consumidor John Drengenberg do Underwriters Laboratories (UL) a This Old House.

ANÚNCIO

Agora, no entanto, pesquisadores na China desenvolveram um novo papel de parede “inteligente” não tóxico que não queima – e que dispara um alarme quando atinge um determinado limite de temperatura.

O projeto foi liderado por Ying-Jie Zhu para o Instituto de Cerâmica de Xangai da Academia Chinesa de Ciências e os detalhes foram publicados na edição de 13 de março de 2018 da ACS Nano.

Depois de construir uma malha de nanofios com a espessura de uma folha de papel de impressora, os pesquisadores adicionaram fibras de vidro para resistência ao fogo, em seguida, colocaram o material tecido em uma máquina de fazer papel para criar um revestimento de parede macio e flexível.

ANÚNCIO

As fibras de nanofio são então ligadas a uma mistura de óxido de grafeno e água que foi transformada em tinta e impressa na parte de trás do revestimento de parede. O óxido de grafeno é a chave para a capacidade do revestimento de parede de detectar calor.

Veja também: 2 pequenos asteroides passam perto da Terra hoje

Se a temperatura atingir mais de 129 ºC, o óxido de grafeno começa a conduzir eletricidade, permitindo que o material sinalize um alarme de incêndio conectado e uma luz de advertência.

Para permitir que a tinta sensível ao fogo sobreviva a altas temperaturas por tempo suficiente para soar o alarme, ela é revestida com um produto químico protetor chamado polidopamina. Este revestimento permite que a tinta sobreviva a incêndios por até 5 minutos antes de quebrar.

Este novo tipo de papel de parede nano-infundido pode, algum dia, substituir os revestimentos de parede comuns feitos de celulose, um material natural derivado de fibras vegetais, que é inflamável.

No entanto, dizem os críticos, fazer o papel não é barato e os pesquisadores precisarão determinar como produzir o material a um custo atraente para os consumidores. Durante o desenvolvimento do revestimento de parede sensível ao fogo, a equipe de Zhu fez nanomaterial suficiente para cobrir uma parede (cerca de 5 metros quadrados).

Nenhuma palavra ainda sobre quando os revestimentos de parede inteligentes serão lançados no mercado, mas o benefício pode ser “salvar vidas humanas e reduzir a perda de propriedade em um incêndio”, disse Zhu à Science News for Students.

Traduzido e adaptado por equipe Conhecimento Agora

Fonte: HowStuffWorks

ANÚNCIO