Entenda como funciona o motor elétrico de um carro

Já ouviu falar em motor elétrico de carro? Grave bem essas palavras porque serão muito usadas nos próximos anos, mais do que já está sendo, afinal de contas. Esse é o futuro do setor automotivo. Mas, sabe como funciona o motor elétrico? 

Ele é um equipamento fundamental para o carro e que torna a parte elétrica totalmente simples. No entanto, antes dessa tecnologia ser criada, ninguém sabia exatamente como seria a propulsão dos veículos, que começou sendo a vapor e hoje é elétrica. Entenda tudo disso.

ANÚNCIO
Entenda como funciona o motor elétrico de um carro
Fonte: (Reprodução/Internet)

O texto está recheado de informações valiosas. E nele você vai ler:

  • A história do motor automotivo;
  • Como funciona o motor elétrico do carro;
  • Os tipos de motores elétricos;
  • Vale a pena ter um motor elétrico no carro;
  • Como abastecer o carro elétrico.

A história do motor automotivo

Tudo começou lá na década de 1920, quando ainda não se tinha certeza sobre a propulsão que seria usada nos veículos. O que se tinha no mercado, de modo geral, era o vapor, que era um tipo de combustão externa. Depois, veio a gasolina, que é combustão interna.

Entenda como funciona o motor elétrico de um carro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Até chegar a eletricidade, que ganhou força na sequência. Isso porque o valor caiu em desuso e a eletricidade, que era artigo de luxo, começou a se popularizar, mas ainda não era acessível. Por isso, a gasolina entrou na ação, sendo a vencedora dessa concorrência. 

Com isso, veio o sucesso do carro Ford Model T, que ajudou na popularização do motor de combustão interna. Bom, agora estamos em um novo século e muita coisa mudou. Mas, tem algo que se mantém igual à década de 1920: a dúvida sobre os motores.

As novas opções de motores

Se lá atrás a gente falou sobre o motor a vapor, gasolina e elétrico, hoje a conversa varia entre os veículos a gasolina, os híbridos e os que são totalmente elétricos. Eles estão em uma disputa que parece não ter um fim tão próximo, apesar de já indicar um vencedor. 

A tendência indica que os motores a combustão interna, que é o caso da gasolina, vão cair em desuso ao longo do tempo, exatamente como foi com o motor a vapor. Isso porque há regras sobre emissões de poluentes na atmosfera, por exemplo.

Com isso, os híbridos ganham espaço, mas logo devem dar lugar aos motores elétricos, que vão dominar o cenário mundial pelo simples fato de não emitirem poluentes na atmosfera, o que é ótimo, não acha? Agora vamos a pergunta central: o funcionamento do motor elétrico.

Como funciona o motor elétrico do carro

Vamos começar com uma curiosidade: você sabia que há tempos os estudiosos da mecânica dos carros tentam resgatar o uso de carros elétricos, né? Isso se intensificou ainda mais na década de 1970, com a crise do petróleo (que é matéria-prima da gasolina).

Entenda como funciona o motor elétrico de um carro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Então, dá para se lembrar que no próprio Brasil tivemos o Gurgel Motores, que fez os elétricos em 1974 a partir da Gurgel Itaipu. Bom, até aqui vimos a parte histórica dos motores elétricos, mas como eles funcionam? A partir daqui você vai ter esse entendimento, vamos lá. 

A função do motor elétrico é a de transformar energia elétrica em energia cinética. Depois, vem a transmissão disso para as rodas, o que faz o carro andar. Essa é a parte simples. Agora, vem o processo complexo, que tem a ver com o eletromagnetismo.

O eletromagnetismo

O motor elétrico de carros tem o estator e o rotor. O primeiro tem eletroímãs que variam de polaridade e criam o campo magnético. Essa mudança gera o movimento do rotor. O rotor, então, é que ligado a transmissão e leva até as rodas.

O curioso aqui é notar que para se ter a alternância magnética, o motor elétrico mais comum usa a corrente alternada, com elétrons mudando de direção. A partir disso vem o desafio para os carros elétricos: o uso de baterias para alimentar o motor.

Atualmente, as baterias mais comuns de íons de lítio ou de lítio fosfato de ferro fazem o trabalho. Ou dá para ter as tomadas caseiras fornecendo corrente alternada para o carregamento. Logo, os carros elétricos atuais possuem conversor de corrente.

Os tipos de motores elétricos

Agora que você conhece um pouco mais do funcionamento do motor elétrico, vamos conhecer os tipos que existem. Bora lá? Tem o motor de corrente contínua com escovas. A vantagem dele é o fato de que é fácil de ser feito e instalado.

Entenda como funciona o motor elétrico de um carro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Além disso, tem curva velocidade-torque linear e simples controle de velocidade. O lado negativo vem com a manutenção mais cara, a dissipação de calor e é barulhento. Eles são ótimos exemplos do que falamos acima, da relação estator e rotor.

Só que além desse exemplo de motor elétrico, a gente também tem outras variações, que são ainda mais usados em carros elétricos que são lançados a cada ano. Conheça essas opções no próximo tópico, sendo: indução, síncrono de imãs e relutância.

Outros tipos de motores elétricos para carros

O motor de indução é chamado também de assíncrono. Ele é um dos melhores e mais usados porque tem um ótimo custo-benefício no mercado. Ele não usa imãs permanentes porque o campo magnético é produzido pelas bobinas do estator. A desvantagem é o tamanho grande.

Outro exemplo é o motor síncrono de imã permanente, que você já sabe o que ele tem pelo nome, né. É um tipo de motor elétrico que é comum na indústria por ter alta precisão. É bem pequeno, leve, eficiente e silencioso. Mas, um pouco mais caro.

Por fim, o motor de relutância, que é chamado de motor de passo. Ele ainda não é popular, mas tem ganhado espaço. Tem vantagens como maior eficiência em alta velocidade e o fato de ser pequeno e barato. Porém, ainda traz problemas com o barulho e no controle. 

Vale a pena ter um motor elétrico no carro

A partir dessa teoria, considere que é bom se pensar nas vantagens do motor elétrico em um carro. Afinal, vale a pena esse tipo de investimento? Do ponto sustentável, vale sim. Afinal, ele não tem poluente durante o seu uso. Só que há outros benefícios!

Entenda como funciona o motor elétrico de um carro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Por exemplo, o motor elétrico tem apenas o rotor e o estator como peças móveis. Já um veículo de combustão interna tem centenas de partes móveis e isso torna a manutenção mais complicada nesse caso da gasolina. O motor elétrico não precisa de troca de fluídos ou filtros.

Outra coisa é que como gera energia cinética por magnetismo, a força gerada para entregar potência é mais silenciosa. Ah, e para quem gosta de ver além dessa parte interna, saiba que o motor elétrico exige menos espaço, o que é ótimo para fazer porta-malas maiores.

O carro elétrico gera energia elétrica?

Aqui, ainda no tópico das vantagens, vale falar de um assunto que tem sido motivo de dúvidas para muita gente: o motor elétrico do carro gera energia elétrica? O que acontece é algo bem parecido com isso. Isso porque ele tem a função de freio regenerativo. O que é isso?

Acontece quando o carro se movimenta sem usar o acelerador. Então, pense em uma ladeira. Assim, o motor elétrico faz o caminho inverso e a energia cinética inverte as polaridades, criando resistência e virando um gerador de energia. 

Dessa forma, ele não chega a gerar muita energia elétrica, mas de fato dá para recuperar um pouco da energia para as baterias. Em alguns casos mais recentes, esse tipo de freio permite modular a velocidade, usando menos o freio convencional. 

Como abastecer o carro elétrico

A gente também trouxe aqui uma dúvida sobre o abastecimento de carros elétricos. Obviamente, dá para fazer isso através de tomadas, como você já deve ter visto em algum vídeo ou em postos de combustíveis que tenham as fontes de energia elétrica.

Entenda como funciona o motor elétrico de um carro
Fonte: (Reprodução/Internet)

Isso realmente acontece. Afinal de contas, é preciso dar uma carga na bateria, igual a um celular, sabe? Para se ter uma ideia mais real, nos Estados Unidos, a carga é feita em casa em tomadas convencionais ou parques de carregamento, como postos de combustíveis.

Quanto tempo demora para o carro elétrico carregar?

Aí vem a pergunta: quanto tempo o carro demora para carregar a bateria? Isso vai depender da bateria dele e outros fatores, como a rede de carregamento. De modo simples e objetivo, o mais comum é que carregue em redes de 220 volts.

Assim, a carga completa pode demorar até 8 horas. É como deixar o celular a noite toda ligado na tomada, né. Mas, em lugares mais preparados, como nos Estados Unidos, o carregamento pode acontecer em pouco mais do que 30 minutos. 

Incentivos fiscais para a compra de carros elétricos

Agora que você sabe como é que funciona um motor elétrico de um carro e já viu sobre as vantagens dele, fique sabendo também que vários estados e regiões do país estão incentivando esse tipo de compra mais ecológica. Veja alguns!

Por exemplo, São Paulo dá 40% de desconto no IPVA. O imposto de importação de carros elétricos era de 35% no valor da compra. Agora, o governo zerou essa taxa. E sobre o imposto do IPI, os veículos elétricos tem apenas 7% de taxa, sendo que antes era 25%.

ANÚNCIO