Como ganhar dinheiro digitando: seja um freelancer

ANÚNCIO

A profissão é uma modalidade de trabalho que tem crescido a cada dia e está ajudando pessoas que abandonaram o emprego formal ou desejam fazer uma renda extra.

Ser freelancer é uma das opções para quem quer fazer uma renda extra ou até mesmo para quem quer abandonar o emprego formal e fazer os próprios horários. O freelancer é uma modalidade de trabalho que tem crescido a cada dia. 

ANÚNCIO
freelancer
Foto: (reprodução/internet)

É possível fazer essa atividade apenas digitando de sua própria casa. O objetivo dessas pessoas é evitar o estresse em uma empresa e até mesmo ter o seu trabalho mais reconhecido. 

A profissão de freelancer

Antigamente, as pessoas costumavam a ver o freelancer como uma pessoa praticamente sem profissão. Mas, hoje, essa atividade já está consolidada no mercado e muitas pessoas conseguem até mesmo sustentar suas famílias com ela. 

Hoje, o freelancer é aquele que se arriscou em uma jornada pessoal de sucesso. Existem muitas maneiras de ser um freelancer. Uma das mais práticas é sendo um digitador. 

ANÚNCIO

Com o avanço da tecnologia, essa função ficou ainda mais fácil de ser desempenhada. As plataformas voltadas à contratação ajudam bastante. Um dos exemplos dessas plataformas é a Workana

Nela, os freelancers e os contratantes conseguem se encontrar de maneira simples. A plataforma é internacional e as empresas podem contratar o serviço de onde acharem melhor. 

O pagamento é todo gerenciado pela plataforma. Assim, não há qualquer perda para nenhum dos lados. E, em caso de algum problema de comunicação entre as partes, a plataforma também faz o devido gerenciamento. 

Para ganhar dinheiro digitando, o freelancer precisa apenas se cadastrar na plataforma e se identificar como um digitador, transcritor ou redator. Dessa maneira, as empresas e pessoas poderão solicitar o serviço dele. 

Outra dessas plataformas em que é possível ganhar dinheiro digitando é a 99Freelas. 

A plataforma é brasileira e conta com milhares de freelancers voltados somente à digitação. Entre digitadores e outras funções, atualmente, são mais de 500 mil usuários prontos para fazerem inúmeros serviços. 

Sendo assim, uma empresa ou qualquer outra pessoa, não possui grandes dificuldades para encontrar o freelancer adequado. Da mesma maneira, um prestador de serviços também já não tem maiores dificuldades para encontrar um cliente. 

Brasil, o terceiro país do mundo no mercado de freelancers

No ano de 2018, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) concluiu que o Brasil é o terceiro país do mundo com mão de obra freelancer. Afinal, essa é uma maneira de não ficar parado mesmo que não esteja desempenhando um trabalho formal. 

Assim, ganhar dinheiro digitando é mais uma dessas tarefas. E os digitadores somam-se a outras 1,3 milhões de pessoas que também optaram por serem seus próprios chefes. 

Essa cifra representa pouco mais de 30% de toda a mão de obra ativa no Brasil atualmente. O número tende a crescer ainda mais com o crescimento das plataformas que possibilitam as pessoas a prestarem serviços de várias maneiras, como o Uber, Cabify e outras similares. 

Este número só é maior na Colômbia, que atualmente conta com mais de 51% da mão de obra do país sendo freelancer, e a Grécia, que conta com quase 35%.

ANÚNCIO