Aprenda como encontrar vagas de trabalho com o app SINE

O SINE, que é um órgão do governo federal é um dos intermediários para a oferta de empregos aos candidatos disponíveis. Coordenado pelo Ministério da Economia, a instituição têm como um dos objetivos unificar a mão-de-obra através de agências espalhadas por todo o país.

ANÚNCIO

SINE é a sigla para Sistema Nacional de Empregos e ele não só prevê a distribuição de empregos como uma série de ações, como organiza o sistema responsável pelas informações do mercado de trabalho como identifica o trabalhador pela Previdência Social e a Carteira de Trabalho. O aplicativo do órgão pode ser excelente para a busca de vagas.

sine vagas
Foto: (reprodução/internet)

Confira o que vai encontrar neste post:

ANÚNCIO
  • Como achar vagas de trabalho na web;
  • Como utilizar o SINE Fácil;
  • Como baixar o aplicativo;
  • Dicas para usar melhor o Linkedin.

Dicas para encontrar vaga de emprego na internet

Já que vamos falar sobre um aplicativo que oferece a possibilidade de buscar empregos, é válido dar algumas dicas de como procurar trabalho na internet de uma forma geral. O primeiro passo é se cadastrar nas plataformas de busca de emprego que são confiáveis. Existem muitas hoje em dia, como por exemplo Catho, Vagas e Linkedin.

Fonte: (Reprodução/Internet)

Pode-se dizer que o Linkedin é a plataforma mais utilizada, sem contar que é universal. Mas ter um cadastro na ferramenta não é o suficiente, é importante saber utilizá-lo e se tornar relevante por lá. Afinal, são mais de 29 milhões de usuários vinculados. Nos sites em geral, é importante preencher as informações que solicitam.

ANÚNCIO

Lembre-se de pedir cartas de recomendação nos seus antigos empregos. É interessante anexar algo assim no perfil das páginas. Dessa forma, o recrutador irá conseguir identificar se o profissional foi bem quisto por onde passou. Esse recurso passa confiança para o empregador, além de ser um benefício para o próprio profissional.

Pesquise sobre a empresa

Um fato que muita gente ignora é que antes de se candidatar a qualquer vaga é importante pesquisar sobre a empresa. Para saber alguns detalhes sobre a empresa, o site Glossdoor é especializado em oferecer informações de atuais e ex-empregados. Isso pode ajudar o candidato a avaliar bem a cultura de uma companhia e se de fato deseja ser inserido nela.

Ainda, um profissional esperto é aquele que não aposta suas fichas em um local de trabalho apenas, mas que distribuí seu currículo em vários lugares. Da mesma forma tem que ser em relação às plataformas. Não opte por uma única, diversifique. Outra estratégia interessante é participar de grupos de WhatsApp voltados para o mercado de trabalho.

Além de fazer network com outros profissionais, estará sempre atualizado de eventuais oportunidades que aparecerem. Independente do meio que escolher, se apresente da melhor forma possível. Tenha sempre um currículo atualizado, com habilidades, diferenciais e objetivos que visa no trabalho. E claro, se prepara para entrevistas.

Como consultar vagas de emprego do SINE

O SINE é descentralizado, sendo assim, cada estado se encarrega de gerir as agências presentes. Por esse motivo, era necessário entrar em contato por telefone ou dirija-se até uma das agências físicas do SINE para conhecimento dos métodos possíveis a fim de conseguir emprego através do órgão.

Fonte: (Reprodução/Internet)

Contudo, o SINE disponibiliza ao usuário que não mora próximo ou não tem como visitar a agência física, um aplicativo para encontrar vagas de trabalho através deste órgão do governo federal e Ministério do Trabalho.

Nele, é possível acessar a todas as vagas aberta em diversas regiões. A ferramenta é nova e substituiu o antigo site do Sine que virou o Emprega Brasil. Para conferir demais informações e utilidades do aplicativo você separamos os próximos tópicos com todos os detalhes.

Onde baixar o aplicativo do SINE

A título de curiosidade, o serviço também fornecer os subsídios ao sistema educacional e formação e conta com oferta de cursos de qualificação profissional, requerimento do seguro-desemprego ou da carteira de trabalho, intermediação de mão-de-obra e apoio ao Programa de Geração de Emprego e Renda.

Por isso, a plataforma oficial do órgão pode ser uma boa opção para quem quer encontrar um emprego. Para começar a utilizar o aplicativo do Sistema Nacional de Empregos, é necessário fazer o download em seu smartphone. Para isso, você pode clicar abaixo em uma das lojas de aplicativos:

Embora o governo recomende o app, os comentários no Google Play nãos são os melhores. Muitos usuários têm reclamado que a plataforma não funciona e que raramente aparece alguma vaga de emprego sendo oferecida. Então, a solução é realmente fazer um teste e avaliar. Atualmente, o SINE Fácil está com 4,1 estrelas.

Aplicativo SINE Fácil

O app do SINE não solicita cadastro prévio, mas permite que o candidato encontre vagas em sua cidade e se candidate somente enviando endereço de e-mail e data de nascimento. Por esta facilidade, é uma ótima alternativa para quem está a procura de um emprego. Agora que você já realizou o download do SINE, abra o aplicativo.

Fonte: (Reprodução/Internet)

Logo em seguida, serão exibidas algumas vagas aleatórias. Para conseguir adicionar um filtro específico, clique em “Pesquisar” e busque a função e a cidade desejada. Quando encontrar, toque sobre a tela para exibir informações. Caso haja um interesse, toque em “Candidatar” e informe o seu e-mail e data de nascimento.

Observe que é possível compartilhar a vaga com um amigo por e-mail ou WhatsApp. Lembrando que apesar de conseguir baixar e fazer o cadastro na plataforma, pode ser que ainda assim algumas funcionalidades não estejam 100% ativas. Acreditamos que existem outras plataformas mais eficazes.

Como cadastrar o currículo

Com o aplicativo, você consegue cadastrar o currículo online em qualquer área de seu interesse. Toque nos três pontos no canto superior direito da tela e no menu clique em “Cadastrar”. Depois, basta clicar em “Salvar” e em “Ok”. Depois, para receber alertas de vagas do aplicativo basta tocar sobre os três pontos do canto superior novamente, siga para “Alertas Cadastrados”.

Posteriormente, será necessário preencher as seguintes informações pessoais:

  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • Nome;
  • E-mail;
  • Cidade;
  • Telefone;
  • Cargo pretendido e pretensão salaria.

O padrão do aplicativo, permite que o usuário adicione um alerta para vagas na sua área profissional e na sua cidade. Podendo incluir mais áreas de interesse e/ou cidades tocando em “Adicionar”. O  SINE se apresenta como sendo um app super completo, cheio de vantagens para quem deseja encontrar um emprego. Mas, para quem não se conforma só com o app, acesse o site oficial ou visite uma das agências físicas.

Como usar o Linkedin com eficácia

Como último tópico, separamos algumas recomendações sobre o uso do Linkedin. Afinal, é a principal plataforma para interagir no mercado de trabalho, sendo ainda mais eficaz inclusive que o SINE Fácil. Conforme falamos, o aplicativo pode acabar não satisfazendo às expectativas.

Fonte: (Reprodução/Internet)

A primeira diga que é buscar ter conexão de forma estratégica. O que isso significa? Ampliar a rede dentro da própria ferramenta. Diversas pessoas utilizam o Linkedin, então acompanhar esses profissionais, recrutadores e as próprias empresas vale a pena. Ao adicioná-los, consegue se manter atualizado e pode fazer ser lembrado por esse público.

Afinal, quem é visto é lembrado, né? Ainda, estar se movimentando na página é muito importante. Invista em posts inteligente e que de alguma forma aumentem o engajamento na rede social. Para tornar o seu trabalho visível, opte por publicações de cunho profissional já visando que um recrutador pode estar de olho em você.

Como melhorar o perfil

Outra coisa que não pode ficar para trás é o perfil do Linkedin, pois é a primeira impressão que o profissional irá transmitir. Então, para potencializar esse primeiro contato, recomendamos que tenha uma boa foto no perfil. Evite imagens de óculos escuro, sem camisa ou informais. Lembre-se que se trata de uma rede social focada em trabalho. Logo, prefira uma foto profissional.

Uma imagem de qualidade também abrange a sua resolução. Procure não anexar imagens que as pessoas não consigam identificar se é você mesmo. Além disso, certifique-se de fazer um breve resumo do perfil do Linkedin. É interessante quando o usuário fala sobre as habilidades, experiências, skills, etc.

O perfil pode ser um currículo compactado, onde o profissional pode já “vender o seu peixe” de forma indireta. Procure descobrir o que os recrutadores gostam de ver. É comum o uso de palavras-chaves específicas que ajudam os profissionais de RH a encontrarem o perfil. Ah, e não esqueça da carta de recomendação que citamos no começo do texto.

O que a URL tem a ver com o Linkedin?

Por fim, vamos falar sobre a URL e a sua importância no uso do Linkedin. Pode parecer besteira, mas a personalização desse link transmitir um ar de profissionalismo. Consequentemente, os recrutadores passam a olhar para o profissional de uma forma diferente. Sem contar que ajuda no posicionamento de buscas. O seu perfil pode ser achado rapidamente por quem procurá-lo.

A melhor parte é que o Linkedin não cobra por essa função. Sua página fica ainda mais rica, pois a URL poderá ser utilizada até mesmo nos conteúdos de outras redes sociais como Instagram, Facebook, blog, etc.