Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir

A Carteira Internacional de Motorista é conhecida como PID, que significa Permissão Internacional para Dirigir. Mas também gostamos de chamar de Carteira de Habilitação Internacional aqui no Brasil. O que importa é que estamos diante de um mesmo documento.

A PID é bastante útil em vários sentidos. Inclusive, se torna obrigatória em alguns países. Ela pode ser obtida de maneira online, sendo que a entrega fica sob responsabilidade dos Correios. Mas, como emitir a Carteira Internacional, quais são os passos? Acompanhe no texto.

ANÚNCIO
Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir
Foto: (reprodução/internet)

Para entender tudo sobre a Carteira Internacional de Motorista, leia:

  • Por que emitir a Carteira Internacional de Motorista;
  • O que é preciso para emitir a Carteira Internacional de Motorista;
  • Como conseguir a Permissão Internacional para Dirigir;
  • As categorias de carros para dirigir com PID;
  • E a Carta Verde?

Por que emitir a Carteira Internacional de Motorista?

Mesmo que o turista chegue até um país de avião pode ser que opte por dirigir de carro em território estrangeiro. Afinal, é uma forma interessante de conhecer o lugar, não acha? Assim sendo, saiba que o cenário é um atrativo, da mesma forma que a liberdade de parar ou continuar quando quiser.

Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir
Foto: (reprodução/internet)

Isso explica porque muita gente tem o interesse em conseguir a PID quando vão para outros países. Essa carteira de habilitação permite que o condutor esteja diante de um veículo e seguindo as regras de trânsito local. É ótima ideia para quem gosta de estar no volante.

Aqui vale mencionar uma parte teórica. Com base na Convenção de Viena, atualmente, mais de 100 países aceitam e reconhecem essa carteira internacional, o que faz dela bastante popular. Por outro lado, alguns países também aceitam a CNH brasileira para os turistas.

Onde a PID é exigida fora do Brasil?

Para quem ficou curioso sobre isso, saiba que viajar na América do Sul não exige a PID, já que a CNH brasileira pode ser usada como documento oficial de trânsito. Mas, fora disso, nações como Austrália e Nova Zelândia exigem a PID.

Além disso, entra na lista países do continente Africano, além daqueles da região do Oriente Médico. Assim, algumas locadoras desses países e as policias rodoviárias podem exigir o documento internacional. Logo, é importante tê-los em mãos.

O que é preciso para emitir a Carteira Internacional de Motorista

Apesar de ser óbvio, nunca é demais lembrar: não dá para emitir a PID sem ter uma CNH válida, ok? Assim sendo, a Carteira Nacional de Habilitação deve estar regularizada e em dia para que o turista consiga o novo documento.

Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir
Foto: (reprodução/internet)

Depois disso, saiba que a PID terá a mesma validade da CNH. Logo, o tempo de estadia no exterior deve ser condizente a isso. Se for maior, então, é melhor fazer uma nova CNH antes de emitir a sua PID para não ter o processo interrompido durante a sua estadia fora do Brasil.

A partir disso, considere que para cada Estado há uma regra sobre a emissão da PID. Mas, isso pode ser visto no Detran, que é o Departamento Estadual de Trânsito. De um modo geral, o procedimento é parecido, mas os valores nem sempre são próximos no país todo.

Qual é o valor da PID

Como foi mencionado anteriormente, isso vai depender do estado em que é solicitado. Ainda assim, considere que na Bahia a PID é emitida apenas de forma presencial e custa R$ 329,27. Enquanto isso, no Rio Grande do Sul, o valor é de apenas R$ 61,58.

Já no Paraná e em São Paulo, o processo de emissão da PID pode acontecer de maneira totalmente online, sendo que os custos são de R$ 100,20 e R$ 303,71 respectivamente. Esses valores são atualizados de tempos em tempos e não incluem a taxa de entrega dos Correios.

Como conseguir a Permissão Internacional para Dirigir

O mais comum e mais tradicional é que o documento seja feito a partir da presença física do interessado. Assim, o melhor caminho é ir até a unidade do Detran mais perto com a sua CNH e o comprovante de endereço de até 90 dias impressos.

Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir
Foto: (reprodução/internet)

Já no processo online, que é possível em alguns estados, o processo é mais simples e rápido. Basta entrar no site do Detran do seu estado, procurar pelos serviços online e selecionar a opção “Dirigir no exterior” ou algo semelhante.  Dessa forma, considere que será preciso escanear a CNH e o comprovante de residência dos últimos 90 dias. 

No fim do processo, será possível emitir a SSH. SSH é a sigla para Solicitação de Serviço de Habilitação. Com esse documento, a pessoa tem que ir fazer o pagamento da taxa. Os mesmos passos são para quem faz o pedido online ou em uma das unidades do Detran. Na sequência, vem o pagamento da taxa da PID.

Quanto custa a taxa da PID

Com esse SSH o interessado deve fazer o pagamento em um banco conveniado ou em um banco estadual. Na maioria das vezes, o pagamento pode acontecer online também, através do internet banking ou do aplicativo do banco. 

Na sequência, basta aguardar a chegada da carteira internacional de motorista pelos Correios ou buscar no órgão do Detran, para quem não quiser pagar a taxa de entrega. Após o pagamento, o Detran recebe a confirmação automaticamente.

Também é legal de saber que após a solicitação do PID por meio do portal do Detran dá para acessar as informações e as etapas por esse mesmo site. Assim, é possível até conseguir um número de rastreamento dos Correios para saber sobre a chegada do seu novo documento.

As categorias de carros para dirigir com PID

Sabia que com a PID dá para dirigir vários tipos de veículos? No entanto, a partir desse tópico vamos trazer curiosidades e essa é uma delas: para dirigir carros diferentes, como trailers, será preciso ter uma PID com essa categoria.

Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir
Foto: (reprodução/internet)

Por isso, na hora de solicitar a PID vale muito a pena se atentar a esse fato. Um bom começo é saber se a sua CNH permite esse tipo de condução. Há ainda de se orientar pelas regras de cada país, já que os modelos de veículos podem variar conforme categorias. 

Então, considerando alguns países que exigem o documento, saiba que ter a PID e a CNH em mãos vai facilitar na hora de registrar um carro ou alugar um veículo e até mesmo contratar o seguro em vários países. O mesmo documento será útil para casos de acidentes ou infrações. 

Dá para dirigir sem a PID por até 180 dias?

Aqui temos um mito. Lembra que falamos sobre esse ser um artigo que vai incluir curiosidades? Pois é. Existem muitas pessoas dizendo que a PID só precisará existir após 180 dias de permanência em países participantes da Convenção de Viena.

No entanto, todo órgão de trânsito garante que isso não é verdade. Assim, portadores de CNH devem ter a PID para transitar dirigindo veículos nesses países. E isso vale para desde o primeiro dia de viagem, considerando até mesmo a vigência da carteira de motorista. 

E a Carta Verde?

Mais uma curiosidade que vale a pena conhecer é sobre a Carta Verde. Já ouviu falar, certo? Ela é obrigatória para todos os países do Mercosul. Logo, é um tipo de seguro obrigatório para automóveis matriculados em seus países de origem e para viagens internacionais. 

Carteira Internacional de Motorista – Veja como conseguir
Foto: (reprodução/internet)

Assim sendo, vale como um tipo de apólice para casos de acidentes, sendo que cobre danos pessoais e materiais causados a terceiros não transportados pelo veículo segurado. Entre eles: comomorte, invalidez permanente, despesas médico-hospitalares, etc.

Todas as seguras do Brasil podem emitir a Carta Verde. No entanto, o desconhecimento é geral e isso quer dizer que nem sempre dá para conseguir o seguro de forma simples, ainda que ele seja obrigatório para essas viagens de carro em países do Mercosul.

Quanto custa para tirar a Carta Verde

Os valores de contratação desse tipo de serviço variam conforme a seguradora e o tempo de permanência dentro do país de destino. Logo, parte de R$ 81 para até 7 dias de viagem e pode chegar a R$ 133 para até 15 dias de viagem.

Para quem vai viajar por até 1 ano, o que dá 365 dias, saiba que é preciso considerar o valor de R$ 501 ou um pouco mais dependendo da seguradora. Lembre-se que para isso não é preciso fazer vistoria no veículo, o que facilita a emissão.

Para contratar a Carta Verde, é preciso fazer uma simulação nas seguradoras que oferecem o serviço. Dessa forma, será possível preencher dados pessoais e da viagem e ter uma ideia do valor final. Essa simulação também pode ser usada para comparar os serviços das empresas. 

Tenha cuidado com essas questões

Leve em conta que além de ter a PID é preciso ter alguns cuidados na hora de dirigir em outros países. Isso porque as regras e as leis de trânsito são diferentes. Assim, há o exemplo da mão inglesa, que é quando o volante fica do outro lado do carro, no lado direito.

É o que acontece em países como Reino Unido, Austrália e África do Sul. Mas, além disso, as leis podem mudar a partir de símbolos de placas de ruas, por exemplo. O ideal é que jamais coloque a vida de pessoas em risco para garantir uma boa viagem. 

ANÚNCIO