Bitcoin – conheça a primeira criptomoeda mundial e suas vantagens

ANÚNCIO

O Bitcoin, assim como outras criptomoedas, estão sendo cada vez mais comercializadas e aceitas no mundo.

Sendo um nome um tanto estranho para pessoas não ligadas à tecnologia — e até para pessoas ligadas à ela —, o Bitcoin é um tipo de moeda digital que vem sendo comercializada com mais frequência. É uma tecnologia recente que é aceita em diversos países do mundo. Existem cerca de 1300 moedas digitais em todo o planeta.

ANÚNCIO
Bitcoin
Foto: (reprodução/internet)

O que são as criptomoedas?

Assim como o real ou o dólar, as criptomoedas têm o seu valor. Na verdade, o valor dado a uma criptomoeda é bastante volátil, o que vai depender de como foi feita a mineração — procedimento em que são feitos cálculos computadorizados para a criação dessas moedas digitais — e a rotatividade do mercado.

Diferentemente das moedas físicas, as criptomoedas não são propriedade de governos, instituições financeiras ou países, de modo que a compra e venda pode ser feita em qualquer lugar e por qualquer pessoa que tenha um computador com tecnologia suficiente para isso.

Bitcoin

A criptomoeda mais valiosa do planeta e, também, a primeira que existiu, é o Bitcoin. Seu maior valor registrado foi de $ 18.737,60. Em 2017, essa moeda digital ficou mais conhecida a partir do ataque cibernético de ransonware, sendo pedida como resgate para as informações sequestradas pelos criminosos.

ANÚNCIO

Em várias partes do mundo, o Bitcoin é aceito para transações. Isso acontece inclusive no Brasil, onde empresas como a Microsoft, Dell e Facebook já aceitam esse método de pagamento. 

No território brasileiro, o Bitcoin não foi considerado um arranjo de pagamento válido, pois uma lei brasileira diz que precisaria de uma pessoa jurídica para esses arranjos. Entretanto, a compra e venda de Bitcoins é encorajada pela Receita Federal, que orienta, inclusive, para os detentores da moeda declararem isso no Imposto de Renda.

 

Como adquirir

Para adquirir um Bitcoin, é preciso ter uma carteira virtual, que funciona como uma conta bancária em que não se fornece dados pessoais — a carteira é protegida apenas por senha. A partir disso, o usuário pode comprar criptomoedas e, para isso, pode ir em uma casa de câmbio ou utilizar, como troca, dinheiro ou produtos.

Vantagens do Bitcoin

A vantagem mais interessante que as pessoas afirmam ter ao comprar e vender criptomoedas é que podem fazer isso independentemente de onde estejam, contanto que tenham um computador com a tecnologia necessária. Como não há limites geográficos, um brasileiro pode comprar uma moeda digital de um estadunidense, e vice-versa.

Outro benefício no uso do Bitcoin é que essa criptomoeda não demanda uma alta taxa para a transação. O único valor a ser pago é para o mineiro que validou a transação, que serve como uma espécie de recompensa. Quanto menor é o valor da transação, maior será a taxa cobrada.

Não é necessária uma intervenção bancária para as transações, o que facilita esse procedimento. Além disso, nos últimos anos, passou a ser muito valorizado. Um grande exemplo de investidor de Bitcoin foi Erik Finman, que aos 18 anos comprou 83 Bitcoins por U$ 12 cada. Hoje, um único Bitcoin vale cerca de R$ 42 mil.

ANÚNCIO