10 profissões que poucas pessoas sabem que existem

Ser médico, bombeiro, advogado, policial, astronauta estão entre as profissões mais desejadas pelas crianças. Agora já pensou em trilhar a carreira e ser um especialista em secagem de tinta? Pois é, essa é apenas uma das profissionais que pouca gente sabe que existe. A vantagem de escolher uma carreira incomum é ter menos concorrência.

Confira essas 10 profissões praticamente invisíveis no mercado de trabalho. Se pensa em arriscar em uma alternativa diferente para a vida profissional, uma dessas atribuições pode interessar. Além de serem desconhecidas pela maioria das pessoas, chegam a ser estranhamente curiosas. Ficou curioso? Continue lendo esse conteúdo.

ANÚNCIO
10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Mochileiro do Google Street View

A profissão de mochileiro ou ciclista do Google Street View pode chegar ao Brasil. No Reino Unido, a empresa começou a contratar ciclistas e viajantes para registrar imagens de ruas e estradas que não são acessadas por carros. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

O objetivo é que os profissionais registrem pontos turísticos. Alguns dos locais são:

  • Angel of the North;;
  • Castelo de Warnick;
  • Stronehenge;
  • Millennium Satdium;
  • Lago Ness.

A título de curiosidade, o Google Street View é uma ferramenta que possibilita os usuários visualizarem casas e ruas. Um detalhe é que essas visualizações são feitas em um giro de 360º. É um recurso que vem sendo utilizado há alguns anos. O que deixou muita gente curiosa é o que estava por trás da tecnologia. Além de computadores, existem os mochileiros e ciclistas. 

Gerente de secagem de tinta

Se achou que o pedreiro e o pintor eram os únicos a trabalhar com tinta, está enganado. Existe também a profissão de gerente técnico de secagem de tinta. Esse profissional é especialista no produto e é pago para ficar olhando a tinta secar. Assim, avalia se o tempo de secagem é ideal e o que pode dar certo ou errado ao entregar o produto ao consumidor. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Provavelmente empresas como Coral, Suvinil, entre outras, devem contar com os gerentes de secagem. Afinal, precisam estar sempre aprimorando seu produto e avaliando se está secando rápido o suficiente. Para quem não sabe, as tintas passaram por fases de testes e avaliações até chegar nas lojas. 

Detetive de animal

Se existe o detetive de humanos, também existe detetive de animais. Esse profissional é especialista em procurar por bichinhos desaparecidos. E não é brincadeira, viu? Ao contratá-lo, está garantindo que o detetive vá a fundo nas investigações até achar o pet. Dentre as suas atribuições está seguir os passos do animal e procurar saber quais foram suas últimas atividades. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Assim como detetives tradicionais, o profissional monta um perfil comportamental e cria trajetos por onde o animal possa ter percorrido. Com essas técnicas, sua missão é encontrar o bichinho. Para ter acesso a esses serviços, é necessário desembolsar pelo menos R$ 3 mil. Agora, imagina pagar o valor e não ter o animal de volta. Complicado, né?

Apesar de ser um trabalho que aparentemente remunere bem, com a internet ficou difícil manter o paradeiro desconhecido. Os donos podem espalhar fotos por todas as redes sociais até encontrar o pet. Sem contar que hoje em dia existem coleiras portando GPS. Dessa maneira o dono sempre está por dentro dos locais frequentados pelo bichinho.

Espantalho humano

As coisas vão ficar ainda mais estranhas a partir de agora. Que tal investir na carreira de espantalho humano? Pelo menos você será um dos poucos com essa profissão em todo o planeta. A primeira pessoa a ser contratada para a atividade foi o inglês Jamie Foxx, quando ainda tinha 22 anos. Seu dever era espantar perdizes das plantações tocando instrumentos. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Jamie trabalhava em uma área rural do Reino Unido e ganhava 250 euros por semana. Já existe o boneco de espantalho nos campos, mas um espantalho humano é bem diferente, né? Um fato curioso é que o jovem se formou em Letras na Universidade de Bencor. Ainda assim, optou em vigiar aproximadamente quatro hectares de fazenda no Leste do país. 

De acordo com Jamie, é uma profissão tranquila pois passa a maior parte do tempo sentado e lendo. Só precisa ficar atento porque quando as perdizes aparecem, ele precisa expulsá-las. Como instrumentos de trabalho, o jovem conta com acordeão, sino e ukelele. Já sua roupa é um casaco laranja bastante chamativo. 

Testador de tobogã

Outra profissão que é desconhecida, mas que tem sido procurada com frequência é o testador de tobogã. Algumas empresas do mundo estão dispostos a desembolsar mais de R$ 65 mil por ano. A tarefa desse profissional é testar e avaliar os tobogãs nos clubes de diversos países. Dentro da avaliação, o testador precisa identificar a quantidade de água espirrada e o nível de adrenalina. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Além disso, é necessário certificar a segurança desses brinquedos. Geralmente, a função do testador vem antes da inauguração da atração. A parte legal é viajar o mundo testando a qualidade e a velocidade dos tobogãs. Embora tenha sido dito que empresas pagam mais de R$ 65 mil pelo serviço, o salário pode chegar a R$ 116,8 mil

Já pensou viajar bastante testando esses brinquedos e ainda receber uma “bolada” dessa? Se puder citar um contra é justamente a segurança. No final das contas, o testador acaba se expondo ao risco. É comum que esses profissionais sejam contratados não apenas para avaliar tobogãs, mas para testar padrões de piscinas em resorts de todo o mundo.

Provador de chocolate

O quão difícil é ganhar dinheiro provando chocolate? Pois é, é isso que fazem os profissionais chamados de provadores de chocolates. Acontece que esses trabalhadores passam horas comendo doce, então é bem provável que já tenham enjoado do gosto e até mesmo do cheiro. Os chocólatras podem achar isso um absurdo, mas é verdade. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Aliás, nem sempre os chocolates são bons como Ferrero Rocher, Diamante Negro ou Lindt. Pode ser que o experimentador prove algo muito ruim. Já parou para pensar nisso? Os testes acontecem em cabines de pressão para que o aroma dos chocolates saiam com mais rapidez. Assim, os profissionais recebem pedaços de chocolate em copos pequenos.

Em algumas empresas são 20 rodadas de experimento. Para limpar o paladar e não confundir os gostos, os provadores bebem água e comem cream crackers. Ao final de cada teste, os profissionais precisam escrever no relatório os detalhes do que puderem sentir ao comer cada amostra de chocolate. O degustador ganha em torno de R$ 1.900, se trabalhar em grandes empresas.

Provador de chiclete

Outra profissão que praticamente ninguém sabia que existia é provador de chiclete. Isso só nos faz lembrar da menina do filme A Fantástica Fábrica de Chocolate que mastiga um dos chicletes do Willy Wonka e vira uma bola. Brincadeiras à parte, torcemos para que isso não aconteça com os experimentadores de goma de mascar. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

A missão desses profissionais é avaliar sabor, textura, duração do sabor e praticidade ao mastigar. Qual é a graça de um chiclete que não faz grandes bolhas? Então, esse ponto é outro a ser avaliado pelo provador. O seu papel é verificar se todas as características que fazem um chiclete ser comercializado estão presentes no produto. 

Provador de chiclete e de chocolate não são as únicas profissões que testam alimentos. Para quem não sabe, também existem degustadores de sorvete, café, cerveja entre outros. No caso dos experimentadores de goma, o salário varia conforme a empresa. Na Ambev, por exemplo, o degustar de cerveja ganha R$ 5.121. Inclusive, é um dos melhores salários dessa carreira. 

Terapeuta do riso

A ciência já provou como sorrir é benéfico à saúde, além de ajudar a diminuir o estresse e fazer bem para a mente. Com essas comprovações, passaram a surgir especialistas em riso. Isso mesmo! É possível encontrar terapeutas do riso que estimulam o paciente a sorrir, enquanto fazem atividades para descansar a mente. A yoga é um dos exemplos. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Tá, mas como funciona a terapia do riso? Trata-se de uma técnica complementar a outros tratamentos para o bem-estar emocional e físico. É comum ser recomendado para pessoas que sofrem de doenças graves como câncer e que passam por tratamentos invasivos. Embora tenha se popularizado nos últimos anos, a terapia existe desde a década de 60. 

A terapia do riso pode ser inserida no acompanhamento com o psicólogo. Por ser uma técnica pouco conhecida, não encontramos o valor das sessões e nem o salário que esse profissional recebe. Mas os benefícios da técnica são comprovados. Alguns deles são o fortalecimento do sistema imunológico, o controle da pressão arterial e a proteção do coração. 

Escritor de mensagem de biscoito da sorte

Se já foi em um restaurante chinês, conhece os biscoitos da sorte. Dentro deles vem escrito uma mensagem. Você sabia que existe um profissional que escreve esses recados? Donal Lau é um escritor conhecido por trabalhar na Wonton Foods. A maioria são profissionais freelancers, já que escrevem para diversos restaurantes. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Nos Estados Unidos, a média salarial dos escritores de mensagem do biscoito da sorte é de US$ 40 mil por ano. Para concorrer às vagas de trabalho, é necessário dominar filosofia e exercer a criatividade. O atrativo desses biscoitos são exatamente as mensagens que eles carregam, tendo em vista que o sabor é considerado bem sem graça. 

A título de curiosidade, não foram os chineses que criaram o biscoito da sorte. Apesar de muita gente do Ocidente ter achado que foi e pelo fato dos restaurantes chineses terem adotado a cultura. Na verdade, os criadores foram os japoneses. Acredita? Depois se popularizou nos restaurantes americanos. 

Esquentador de cama

Sabe quanto está fazendo aquele frio e você deita na cama gelada, torcendo para esquentar logo? Então, seus problemas acabaram. A mais nova profissão do mercado de trabalho promete dar a solução para muitos consumidores. O esquentador de cama ou o esquentador humano deixam a cama quentinha para o cliente deitar depois. 

10 profissões que poucas pessoas sabem que existem
Fonte: (Reprodução/Internet)

Uma empresa que chamou atenção ao recrutar profissionais para o cargo foi a Holiday Inns, uma rede de hotéis. A Holiday ofereceu aos clientes o serviço de aquecedor humano para deixar a cama em temperatura agradável e quente para os hóspedes. Assim, o profissional deita na cama. Não sei se muita gente ia gostar de ter um estranho deitando em sua cama, não é mesmo?

ANÚNCIO