Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar

Com a alta da taxa de desemprego, conseguir uma vaga ficou ainda mais complicado depois da quarentena, especialmente para quem não tem nenhuma experiência no currículo, não é verdade? Mas, através do programa Jovem Aprendiz vai ser mais fácil.

E, especialmente se você pretende trabalhar no ramo dos bancos, a Caixa Econômica Federal pode ser uma opção para começar sua vida profissional. Mas lá há alguns pré- requisitos para conseguir a vaga, os detalhes você vai ver neste artigo.

ANÚNCIO
Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar
Fonte: (Reprodução/internet)

Veja nos tópicos abaixo quais temas vai encontrar aqui:

  • Quais os requisitos do Jovem Aprendiz;
  • Como se candidatar às vagas na Caixa;
  • Dicas para quem quer ser jovem aprendiz.

Programa Jovem Aprendiz

Sabe aquelas histórias de jovens que acabam abandonando os estudos para poder conseguir um trabalho e ajudar a família nas despesas mensais? Essas histórias são parte da fator propulsor da criação da Lei de Aprendizagem, isso é, a Lei 10.097/00.

Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Essa lei determina que toda empresa de médio e grande porte tenha de 5% à 15% do quadro de funcionários preenchidos por jovens aprendizes, sendo o regime de contrato o CLT. Ou seja, carteira assinada e todos os direitos trabalhistas, como férias, 13° e salário mínimo.

Como as empresas, em geral, costumam buscar apenas colaboradores que já têm alguma experiência na área, a porta de entrada para o mercado de trabalho fica bem “estreita”. Logo, fica difícil de passar para quem está procurando o primeiro emprego. Assim, o programa de aprendizagem veio tornar o mercado de trabalho mais acessível.

Quem pode ser aprendiz na Caixa

Pela lei, os requisitos para ser contratado no regime de menor aprendiz são:

  • Idade entre 14 e 24 anos;
  • Horário de trabalho e de aula não podem ser concorrentes, isso é, não podem ser o mesmo;
  • Nenhuma outra experiência na carteira de trabalho; e
  • Precisa estar cursando ensino, fundamental, médio ou superior;
  • Assiduidade nas aulas.

Contudo, na Caixa há mais algumas especificações que serão tratadas daqui a pouco, e o contrato pode ter a duração de, no máximo, dois anos. No caso da Caixa não há a possibilidade de ser efetivado, afinal, por ser empresa pública, lá é apenas por concurso.

Entretanto, em empresas privadas há uma chance de entrar como jovem aprendiz e acabar sendo efetivado posteriormente. Na Caixa há alguns requisitos próprios, de forma que, além de atender às especificações da lei, para ser contratado no banco federal, o jovem precisa atender às seguintes especificações:

  • A idade mínima é de 15 anos e a máxima de 17 anos;
  • A renda familiar do jovem não pode passar de 50% do salário mínimo por pessoa;
  • O jovem precisa ter concluído o ensino fundamental, ou seja, ter o 9° ano concluído.

Como se candidatar à vaga

Para se candidatar à vaga de Jovem Aprendiz na Caixa, é preciso estar cadastrado em uma das entidades parceiras. Cada estado tem as suas especificações, contudo, as duas que estão presentes em praticamente todos os estados do Brasil são o CIEE e a rede Pró Aprendiz.

Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Se você ver divulgado em algum site de vaga, ou rede social, como Whatsapp, é fake news, a Caixa não utiliza esses meios para se comunicar. Se você quiser dar uma olhada em qual entidade que atua em seu estado, pode dar uma olhada no site da Caixa.

Além de Jovem Aprendiz, a Caixa também contrata estagiários, de forma que na busca pelo primeiro emprego. Ou até mesmo ganhar mais experiência prática na área que está estudando na faculdade, pode ser uma ótima opção.

Mais detalhes

No site da Caixa tem uma opção “Trabalhe Conosco” onde é possível estar por dentro de todas as vagas, assim como acompanhar editais para os concursos, caso você queira entrar efetivamente na organização. Os salários pagos aos concursados são relativamente altos, podendo variar entre R$ 3 mil e R$ 27 mil.

Claro que o salário vai depender do cargo exercido e da jornada de trabalho. De acordo com o site especializado em emprego Glassdoor, o funcionário ainda pode ganhar outros valores. Veja quais são:

  • Participação nos lucros: R$ 1.082;
  • Bônus em dinheiro: R$ 52;
  • Gorjetas: R$ 39;
  • Participação nas comissões: R$ 28.

Caso tenha ficado alguma dúvida sobre as vagas mencionadas acima o jovem pode pode ligar na central de atendimento 0800 726-0101. Além disso, saiba que hoje a Caixa Econômica tem sua sede na SBS Q. 4 Bl. A Lt. 3/4, 21° andar. Asa Sul – Brasília – DF. CEP 70.092-900.

Dicas para começar como jovem aprendiz

Muita gente acha que ser jovem aprendiz é algo simples ou que para entrar em instituições como a Caixa Econômica é fácil. Na verdade, não é nada disso. Se está procurando participar de processos seletivos, é importante se munir de algumas táticas e estratégias que garantam sua presença na empresa.

Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Então, a primeira dica para começar a carreira como jovem aprendiz é se manter focado nos estudos. Afinal, só é possível ingressar nas empresas pelo programa de aprendizagem se está em dias nas instituições de ensino. Lembre-se que conquistar a vaga é só um dos passos a serem dados na vida profissional.

A educação é o que vai dar consistência nas próximas etapas. Se deseja ser contratado de forma efetiva, ter um bom histórico e ter conhecido é fundamental. Não se esqueça que o contrato de jovem aprendiz tem duração de 2 anos, depois disso já deve procurar uma nova oportunidade de trabalho.

Seja profissional

Outra super fica é estar focado nos compromissos, entrega de metas, cumprimento de prazos e respeito à hierarquia. É importante ter em mente que o lugar onde está trabalhando como jovem aprendiz pode ser o seu próximo local de trabalho como efetivo.

Observe o comportamento dos funcionários que estão efetivados. Se tiver algum que já tenha sido jovem aprendiz, procure saber o que ele fez para conseguir subir na carreira dentro da empresa. Esteja atento às orientações dos gestores e não se esqueça de sempre pedir feedback sobre o seu desempenho. Assim, vai poder estar em constante evolução e destaque.

Uma habilidade que tem sido procurada pelos recrutadores é a proatividade. Tome iniciativa frente aos projetos, não fique estagnado ou mostrando ser uma pessoa de pouco serviço. Dê o seu máximo e mostra que está na empresa para fazer diferença. Dê sugestões e opiniões, quando tiver a oportunidade.

Estratégias para usar durante a entrevista

Assim como outros processos seletivos, para ser jovem aprendiz é necessário passar por um entrevista com o recrutador ou com o próprio dono da empresa. Uma das estratégias principais é ter em mente quais perguntas costumam ser feitas durante a entrevista. Geralmente, abordam vida profissional, histórico escolar, etc.

Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar
Fonte: (Reprodução/Internet)

A ferramenta para ter respostas na ponta da língua é o autoconhecimento. Para se sair bem nos comentários, é importante ter clareza de seus gostos, seus objetivos, como se imagina na vida profissional, entre outros. Muitas vezes ficamos pensando em responder o que o entrevistador quer saber, mas o segredo está em ser autêntico.

Outro conselho é ser claro quando perguntarem sobre seus objetivos. Seja direto e não conte histórias mirabolantes para falar de suas metas. Claro que não é para ser tão direto a ponto de ser sem educação. Ter uma comunicação assertiva faz toda a diferença.

Estude sobre a empresa

É comum que os recrutadores perguntem porque o candidato quer trabalhar na empresa. Então, certifique-se em saber qual o ramo que a empresa atua, o que fez você ir procurar por uma vaga de jovem aprendiz lá. Outro ponto interessante é falar quais habilidades podem acrescentar na corporação.

Por isso que o autoconhecimento é importante, como foi falado anteriormente. Para mostrar ao entrevistador o porquê sua presença vai impactar a empresa, é necessário conhecer suas habilidades e defeitos. Caso o seu intuito seja ser contratado de forma efetiva, já deixe isso claro no primeiro contato com o RH.

A partir disso, o empregador vai olhar para o jovem aprendiz com critérios de avaliação de alguém que quer crescer na empresa. Procure saber sobre os planos de carreira, se é possível ao fim do contrato de aprendizagem ser contrato de forma definitiva. Claro, por com a elaboração de outro contrato.

Como descobrir suas habilidades

Para se sair bem nas entrevistas, é importante conhecer bem suas habilidades. Então separamos algumas de exercícios para você fazer antes de participar de processos seletivos para qualquer área, incluindo de jovem aprendiz. A primeira forma de se conhecer é identificar as coisas que gosta de fazer.

Jovem Aprendiz Caixa: como se candidatar
Fonte: (Reprodução/Internet)

Isso é importante principalmente para identificar qual carreira profissional seguir. Lembrando que existe vagas de jovem aprendiz para diversos setores, administrativos, financeiros, entre outros. Sem contar que ao participar do programa de aprendizagem, o jovem ou o adolescente passa a se conhecer melhor durante as atividades.

Ainda, tente identificar quais são os seus pontos fortes. Afinal, ninguém é feito só de defeitos não é verdade? Pegue uma folha em branco e uma caneta e reflita sobre como age nos relacionamentos interpessoais e anote o que acha que são suas características que merecem ser exaltadas.

Identifique quais são os seus hobbies

Muitas vezes aquilo que taxamos como hobbie, atividades que fazemos nas horas livres, na verdade se tratam de talentos. Não existe nada melhor do que trabalhar com o que ama. Identificar isso durante o programa de aprendizagem ajuda a não perder tempo com atividades profissionais que não tem nada a ver com o seu perfil.

Fique ligado no mercado de trabalho

Por fim, fique atento ao mercado de trabalho e às oportunidades que surgem em plataformas de empregos como LinkedIn, Catho, Vagas.com, entre outras. Através dos sites especializados, é possível ficar antenado sobre quais vagas estão disponíveis.

ANÚNCIO