Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona

Os feirões de carros são uma ótima alternativa para quem deseja realizar o sonho de ter um automóvel próprio, neles são oferecidos carros com valores abaixo dos que são oferecidos normalmente no mercado, com taxas mais em conta. Os da Caixa, em específico, são alguns dos mais famosos e vantajosos.

ANÚNCIO

O feirão de carros da Caixa é também conhecido como Salão Auto Caixa e ocorre ao redor do país todo, com promoções exclusivas variando de acordo com cada região. A oportunidade não pode ser ignorada pois, procurando bem, é possível achar preços que até parecem mentira.

Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona
Fonte: (Reprodução/Internet)

Neste texto vamos dar as seguintes informações:

  • Como funciona o Feirão de Carros do banco;
  • O que precisa para participar;
  • Qual é a melhor opção a escolher, carro novo ou seminovo;
  • Como fazer uma boa negociação no Feirão da Caixa.

Como funciona o Feirão de Carros da Caixa

Diferente de outros feirões ofertados no mercado, o crédito Auto Caixa é uma linha de financiamento exclusivo à pessoas físicas. É possível fazer o financiamento até 80% do valor total do automóvel, sem tarifas adicionais a serem cobradas.

ANÚNCIO
Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona
Fonte: (Reprodução/Internet)

Todas as informações são fornecidas pelo site da Caixa Econômica Federal e essa também é uma opção válida. O programa possui taxas de juros pré-fixadas que podem financiar tanto carros quanto motos, sejam usados ou não, nacionais ou importados. 

Os descontos podem chegar até a 80% no valor total do veículo, conforme o ano de fabricação e o relacionamento do cliente. Em todos os casos, o prazo para pagar é de até 60 meses e é permitida o parcelamento ou quitação antecipada da dívida.

Precisa fazer análise do cadastro?

Sim. O financiamento tem necessidade de ser aprovado na avaliação cadastral para participar. Esse procedimento é comum nessas transações. O cliente informa seus dados como CPF, RG e endereço para que as informações sejam levadas ao sistema do banco. 

ANÚNCIO

Posteriormente, um programa faz a avaliação dos dados do solicitante bem como qual é o veículo que será adquirido. O tempo para analisar uma eventual aprovação ou recusa da proposta do financiamento pode levar até 3 horas.

Caso seja negado, o cliente pode pedir uma reanálise que já pode requerer um tempo um pouco maior, de 6 a 12 horas. Em alguns casos, é possível a recusa automática, como por exemplo se a entrada for muito aquém do ideal.

Quais são os requisitos para participar

A Caixa Econômica Federal é um dos bancos com maior número de clientes do país e, querendo aumentar o número de clientes para o maior possível, o acesso ao feirão pode ser realizado por qualquer pessoa com mais de 18 anos. Os eventos estão espalhados por diversas concessionárias no Brasil.

Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona

Para participar do feirão é preciso saber alguns requisitos. O primeiro deles é que só pessoa física pode negociar, toda documentação deve ser enviada à uma agência da Caixa e carros usados não podem entrar no feirão se tiverem mais de dez anos de fabricação.

Quanto aos documentos, atente-se que será preciso levar documentos básicos para financiamento, como identidade ou CNH, CPF e comprovante de residência, para realizar o cálculo da simulação do financiamento. Assim, você pode conseguir ver carros, motos, caminhões sendo anunciados com preços menores e financiamentos mais atrativos.

Como adquirir o veículo

Agora que já sabe quais são os requisitos, para adquirir um automóvel é preciso dirigir-se até o local do feirão. Não é feito diretamente na agência da Caixa. Por isso, fique de olho nos calendários do banco e do evento na sua cidade.

Fique atento às informações que serão prestadas pelo agente da Caixa, sobretudo referente à nota fiscal do automóvel, ao formulário do Detran e ao documento de compra e venda, o DUT.

Lembrando que apenas pessoas físicas e maiores de 18 anos podem participar. Além disso, o objetivo do feirão é motivar a compra de automóveis no longo prazo. Entretanto, apesar de ser uma oportunidade única, se o consumidor não tiver os devidos cuidados poderá enfrentar problemas lá na frente.

Atenção com as precauções

Como o evento é de grande porte e oferece diversos benefícios para o cliente economizar, a procura é enorme e, para evitar futuras dores de cabeça é preciso tomar certos cuidados na negociação e ficar atento às propostas e a seus vendedores.

Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona
Fonte: (Reprodução/Internet)

Antes de fechar o negócio, é indicado verificar qual o Custo Efetivo Total (CET) da operação e compará-lo às propostas dadas por outros bancos. O CET é a taxa que mostra não só os juros, como todos os encargos incluídos no financiamento, e é a forma mais útil de comparar financiamentos.

Para facilitar a vida do interessado no cálculo dos possíveis valores das prestações, o Banco Central oferece uma calculadora online chamada Financiamento com Prestações Fixas, uma das funcionalidades da Calculadora do cidadão. Para ter o resultado final, basta informar o nº de meses da parcela, taxa de juros, valor da prestação e o valor do financiamento.

Como saber o valor das parcelas

Para saber qual deverá ser o valor das prestações, basta inserir o número de meses do financiamento, valor a ser financiado e o CET no campo “Taxa de juros mensais”. A compra de um carro pelo Feirão Caixa é uma das melhores oportunidades para realizar o sonho de ter um carro novo, sem gastar muito.

Sobre o CET é sempre bom reforçar que é ele que mostra o custo total da operação. Ainda que os juros de uma proposta seja menor, o CET pode ser maior quando comparada com outras negociações.

Por exemplo, há carros novos e usados mas que estão em perfeitas condições de uso. Sabendo procurar bem, pode ser uma chance única e bastante vantajosa para o seu bolso. Aí o consumidor fica na reflexão de qual alternativa é mais benéfica, carro novo ou seminovo?

Carro zero X Carro seminovo

Essa é uma pergunta que muitos motoristas de plantão fazem. Carro zero ou carro seminovo, qual é a melhor opção? Com certeza, essa dúvida pode surgir quando estiver buscando negociação no Feirão da Caixa.

Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona
Fonte: (Reprodução/Internet)

Uma das desvantagens em adquirir um carro novo é a desvalorização que o veículo sofre ao sair da concessionária. Diferente disso, o automóvel seminovo já sofreu a desvalorização. Por outro lado, esse modelo requer cuidados maiores quanto à manutenção e quilometragem.

No caso do veículo 0Km, o proprietário não terá que ter essa atenção logo ao adquirir o carro. Uma recomendação que serve para quem tem interesse em comprar o seminovo é fazer um teste drive de curta distância e avaliar motor, vibrações ao dirigir, barulhos estranhos, balanceamento, etc.

Fique de olho na garantia

Ao escolher qual modelo mais se adequa às suas necessidades, fique de olho também na garantia do veículo. Caso ele seja 0Km, normalmente ele tem um período de até 6 anos. Claro, isso depende da concessionária. Os automóveis novos também pedem custos como os de emplacamento.

No caso do seminovo, ele já vem emplacado para o motorista. No final das contas, tudo vai depender das suas condições e do que está esperando daquele veículo. Assim, é só equilibras os prós e contras levando em consideração orçamento e benefícios.

Dicas para fazer uma boa negociação no feirão

Apesar de cada cidade ter um feirão independente, normalmente esses eventos seguem um padrão. Assim, para conseguir os melhores descontos e condições é válido ter algumas coisas em mente na hora de fazer a negociação.

Feirão de Carros Caixa: aprenda a participar e entenda como funciona
Fonte: (Reprodução/Internet)

Dito isso, antes de ir até o evento já saiba pelo o que está procurando para não perder tempo. Defina quais são os modelos de veículos que deseja e o valor de cada pela Tabela Fipe. Isso é o básico para não ser enganado com falsas promoções.

O segundo passo é fazer uma busca por um financiamento alternativo. O famoso orçamento é válido também nesses casos. O ideal é ir com essa proposta até o Feirão de Carros da Caixa e fazer um comparativo, negociando com os agentes do banco em cima dessa proposta.

O que saber antes de ir ao evento

Também, se programa para chegar mais cedo no feirão. Algumas ofertas são anunciadas no começo do evento e rapidamente são encerradas. Por outro lado, quando o feirão não estiver tão movimentado tem a possibilidade das melhores propostas acontecerem mais para o fim do dia.

Outra dica é não se apegar apenas em automóveis 0Km. As concessionárias costumam levar modelos interessantes para o feirão da Caixa. Consequentemente, essas opções podem apresentar condições mais atrativas com entrada facilitada e juros menores.

Lembre-se que se optar por modelos seminovos é importante fazer uma revisão no veículo, caso a última tenha acontecido há algum tempo. Logo, se informe com o agente do banco qual foi a última troca de óleo e demais manutenções no carro.

Nem sempre o menor preço é o melhor

Por fim, tenha em mente que procurar pelo menor preço é o mais importante. Claro que ter um negócio que caiba no seu bolso é relevante, porém tente avaliar o custo-benefício. Isto é o valor da transação e os benefícios com veículo.

Outra questão a ser pensada é que alguns adicionais e opcionais podem ser úteis e que podem ter pequenos impactos na parcela do financiamento. Só tenha cuidado com aumentos excessivos no valor da transação. Desse modo, participar do Feirão da Caixa pode ser uma das alternativas menos complexas para ter o carro dos sonhos.

Leia também: Saiba como comprar carros usados e com descontos.

ANÚNCIO