Saiba como baixar a CNH Digital e evitar multas

Ter a CNH sempre disponível é algo essencial para quem dirige todos os dias. Imagine ser surpreendido por uma blitz e precisar levar uma multa pela ausência do documento? Para essa e outras situações foi criada a CNH Digital. Ela veio para facilitar a vida de muita gente.

ANÚNCIO

A tendência é que, com o passar dos anos, todos os documentos sejam digitalizados, e começar pela carteira de motorista pode ser algo positivo. A CNH Digital é fácil de ser solicitada, vamos falar sobre o passo a passo por aqui. Além disso, já saiba de antemão que é bastante segura e o usuário não corre o risco de sofrer com algum tipo de fraude.

Fonte: reprodução/internet

Então, ficou curioso e quer saber como baixar o aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no seu celular e não ter mais que se preocupar quando vir uma blitz? Já veja o que vai encontrar por aqui:

  • Como renegociar multas de trânsito;
  • Como baixar a CNH Digital;
  • Como fazer o cadastro;
  • Dicas de aplicativos para usar no trânsito.

Dicas para renegociar multas de trânsito

Como estamos falando de formas para evitar multas portando a CNH Digital, é válido citar como fazer o parcelamento de débitos de trânsito caso já tenha pendente. Normalmente, é solicitado que os motoristas compareçam na unidade do Detran com os documentos pessoais. É comum que os atendentes peçam as taxas impressas do veículo, caso tenha.

ANÚNCIO
Fonte: (Reprodução/Internet)

Os motoristas são amparados pela Resolução de nº619/16 do Contran para parcelar as multas, no cartão de crédito ou por boletos. Ao solicitar o parcelamento, a regularização acontece na mesma hora após o pagamento da primeira parcela. Caso, atrase nos pagamentos da parcela, o ônus volta a ocorrer sobre o motorista.

Assim, os juros serão cobrados em casos de atraso, assim como qualquer outro boleto. Lembrando que a regularização dos débitos não retiram eventuais pontuações na carteira de motorista. Outro ponto a se atentar é que nem todas as multas podem ser parceladas. Alguns débitos não são passíveis de negociação. Vamos falar disso nos parágrafos a seguir.

Débitos que não são parcelados

Bom, para a tristeza de muitos o débito de trânsito que já tiver sido inscrito na dívida ativa não pode sofrer parcelamento. Pelo menos é o que diz outra Resolução do Contran. Da mesma forma, as multas que já tiveram parcelamento não pode ter o mesmo benefício novamente. Esse é mais um motivo para honrar a quitação das parcelas corretamente.

ANÚNCIO

Outro exemplo é quando o veículo é registrado em um determinado estado, porém é multado em outro. Ou seja, quando a multa for efetuado em estado diferente do qual o automóvel é registrado não é possível efetuar o parcelamento da infração. Logo, o pagamento deve ser feito no valor integral, isto é, à vista.

Para quem não quer recorrer diretamente ao órgão público, também é possível procurar empresas que trabalham com esse tipo de finalidade. É como se fosse um intermediador entre o infrator e o Departamento de Trânsito. Todavia, é importante ter cuidado ao contratar essas empresas, pois pode ser fraude.

Como tirar a carteira de motorista

Antes de falarmos da versão digital, é válido saber quem pode tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), popularmente chamada de carteira de motorista. Para obtê-la é necessário atender requisitos como, ser maior de 18 anos, ter documento de identidade, comprovante de residência e CPF e saber ler e escrever.

Fonte: (Reprodução/Internet)

A primeira coisa a ser feita é se inscrever junto ao Departamento de Trânsito ou nas auto escolas. É comum que seja exigido que o candidato conclua o processo de obtenção da CNH no prazo de 12 meses.  Ainda, o interessado precisa passar por exames médicos e psicotécnico em clínicas vinculadas ao Detran do estado da pessoa.

Geralmente, não é o cidadão que escolhe a clínica que deseja fazer esses procedimentos. As taxas são cobradas por fora do valor do processo de solicitação da CNH, sendo pagas diretamente na clínica onde fizer os exames. Também tem o curso teórico, em que o aluno deve cumprir pelo menos 45 horas de aula. O controle dos alunos presentes é feito por biometria.

Quem pode solicitar a CNH Digital

Agora, vamos falar da CNH digital, né? A versão digital está disponível para motoristas que tem o QR Code no verso do documento. Quem ainda não possui a carteira com essa caracterização, pode solicitar uma nova e pagar pela segunda via, ou então aguardar a troca do documento na data estipulada.

Os motoristas que já possuem a carteira com o QR Code podem fazer os procedimentos que vamos mencionar aqui. Dito isso, o primeiro passo para obter a CNH Digital é realizar o cadastro no sistema do Governo. Para realizar esse cadastro, não tem burocracia nem complicação, é um menu bem simples e intuitivo.

Acesse o site do Denatran, neste link. Clique em “habilitação”, daí vai aparecer uma página solicitando o número do seu CPF e em seguida, serão solicitados outros dados. Após a conclusão, você já estará registrado no sistema e apto para começar a utilizar o aplicativo.

Como fazer o download do app

O aplicativo é gratuito e está disponível para celulares dos dois principais sistemas. Após o download, vai aparecer a opção de fazer o login no sistema, na parte de baixo tem a opção de “cadastrar”. Clique nela e siga os passos que vão se seguindo, os dados precisam ser preenchidos igual ao seu RG.

Fonte: (Reprodução/Internet)

Com o cadastro feito, pelo aplicativo você vai conseguir ver o documento do carro que está no seu nome, as multas que estão no seu CPF, ou no carro que está em seu nome e, por fim, vai conseguir ter acesso à sua habilitação. Dentro de poucos minutos, o motorista tem tudo a respeito do seu automóvel na palma das mãos.

Para fazer o download, observe o seu tipo de aparelho e clique nos links abaixo:

Importância do código de segurança

Ao cadastrar a CNH no app, o usuário receberá um código de 4 dígitos que deverá ser utilizado todas as vezes em que o app for aberto. Esse código é importante porque garante que as informações do usuário estarão protegidas. Como mencionado, o Plano de Governança Digital já está disponível para outros documentos.

Ou seja, hoje em dia não é mais necessário andar com muitos documentos físicos, basta estar com o celular e pronto. As outras opções de documentos digitais disponíveis são as seguintes: CRLV, Carteira de Trabalho, e-Título, CPF e Certificado Internacional de Vacinação.

Aplicativos para usar no trânsito

Já falamos sobre tudo referente à CNH Digital, agora é hora de falar sobre os aplicativos de trânsito. Afinal sem eles os motoristas pode levar horas no congestionamento e até mesmo levar multas. Então, por que não usar a tecnologia ao seu favor? Deixando claro que não estamos incentivando o uso de celular durante o trânsito, hein? O ideal é programar essas plataformas antes de dirigir.

Fonte: (Reprodução/Internet)

O primeiro deles é o popular Waze, um aplicativo com interface dinâmica e bastante interativo. Foi comprado pelo Google, que já disponibiliza ferramenta similar, o Google Maps. O Waze informa a situaão do trânsito, além de alertar a velocidade máxima das vias. Quem quer fugir do congestionamento pode contar com a funcionalidade de “buscar rotas”.

Claro, nem sempre são as mais curtas, porém acabam sendo mais rápidas por terem menos carros. O Google Maps é bem similar ao Waze, porém possui um interface menos colorido e tem um recurso a mais que é o Street View, a famosa funcionalidade que possibilita o usuário de ver o local de destino em 360º.

MapLink Trânsito e outros apps

O MapLink também é outra opção conhecida entre os motoristas, inclusive é conhecido por ser uma alternativa para quem não gosta muito do Waze. Através da ferramenta, é possível acompanhar o trânsito, rodovias e ruas comuns em tempo real. Lá também tem como ver informações sobre acidentes, velocidade da via, entre outras coisas.

Para quem utiliza transporte público, o Moovit é ideal. É possível acompanhar o trajeto do metrô, ônibus ou trens de forma instantânea. Dessa forma, o passageiro consegue evitar que fique esperando muito tempo nas paradas até o transporte chegar. Assim como o Google Maps, o Moovit tem a função de “Tempo de percurso”, seja a pé ou de ônibus, por exemplo.

Ainda, tem o Estacione um app útil para quem vive procurando vagas de estacionamento. Em cidades grandes, é comum ser muito difícil arrumar uma vaguinha para o carro, não é verdade? A plataforma avisa o condutor de eventuais vagas disponíveis próximas ao local do destino que deseja chegar. Além disso, tem como visualizar imagens do destino que pretende chegar.

Impresso ou digital – Qual documento é aceito?

Muita gente tem dúvidas sobre a aceitabilidade do documento digital. Segundo o próprio Departamento Nacional de Trânsito – DETRAN, a CNH Digital, assim como outros documentos do veículo em versão eletrônica, são aceitos pela fiscalização. Isso quer dizer que os agentes de trânsito não podem multar o motorista pela ausência de documento impresso.

Claro, isso se ele estiver portando pelo menos o documento na versão digital. No começo da adaptação da novidade, alguns motoristas relataram que agentes não aceitaram o documento. A Polícia Rodoviária Federal já aconselhou os motoristas a recorrerem a multa, em caso de autuação, ou invocar a lei que respalda o uso dessa tecnologia.

ANÚNCIO